X

Wawrinka pensou em aposentadoria e ficou em choque com partida de Norman

Sexta, 01 de dezembro 2017 às 09:48:50 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Stan Wawrinka concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira e comentou que chegou a pensar na aposentadoria, mas seguirá adiante no tênis. Ele não sabe ainda se disputará o Australian Open por conta do joelho operado.



"Mesmo que meu joelho não esteja 100%, estou trabalhando duro para chegar no Aberto da Austrália. Essa é a ideia. Estou treinando o físico seis dias da semana mas o nível tenístico ainda está um pouco longe. Se tudo vai bem mina programação seria Melbourne, Roterdã, Marselha, Indian Wells, Miami e Monte Carlo. Ainda não sei nada do torneio de Genebra, queria chegar a um acordo com ele já que é um evento incrível", disse o ex-top 3 dono de três títulos Grand Slams. 

Stan deu detalhes de como surgiu a lesão no joelho: "O problema começou durante o US Open de 2016, desde então venho me arrastando. O ponto de mudança aconteceu durante a grama. Sem a ajuda do (Pierre) Paganini não poderia voltar a jogar, teria deixado, sem dúvida.  Cheguei a pensar em me aposentar, mas sigo adiante. A única coisa que lamento foi não ter parado antes dessa gira de grama o que fez piorar a situação. No momento minha prioridade é me recuperar da cirurgia que meu joelho ainda está um pouco rígido". 

Wawrinka comentou sobre o ocorrido com Magnus Norman, os dois romperam recentemente: "No momento mais duro de tua carreira deverias poder contar com o apoio das pessoas mais próximas. Sua saída foi uma grande decepção, má surpresa, fiquei em choque".

Stan apontou ainda que segue procurando um novo treinador. Ele disse estar sem pressa e com perfis como Paul Annacone o qual já trabalhou no período da grama.

banner
banner