X

Kvitova deixa o hospital e passará o Natal em casa: 'Farei de tudo para voltar'

Sexta, 23 de dezembro 2016 às 12:05:20 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Petra Kvitova, número 11 do mundo, teve alta do hospital nesta sexta-feira e poderá passar o Natal em casa com a família. A tenista foi esfaqueada em uma tentativa de assalto à sua residência em Prostejov, na República Tcheca.



Leia Mais:

Assaltante foragido tem retrato falado divulgado pela polícia

Kvitova teve os tendões de quatro dedos danificados assim como nervos e de acordo com seu cirurgião ficará sem jogar por pelo menos seis meses, três deles sem poder tocar na raquete.

Em entrevista coletiva concedida nesta sexta a tenista reforçou sua vontade de retorno: "Vou usar toda minha energia para focar na minha recuperação e farei de tudo para voltar ao esporte que amo", disse.

"A evolução do quadro médico de Kvitova depois do ataque sofrido que lhe rendeu os cortes na mão é muito boa, embora os danos tenham sido profundos. Sua recuperação será dividia em várias partes. Ela vai começar usando uma tala por várias semanas (entre seis e oito) e depois ficará três meses sem poder forçar os tendões dos dedos. Após isso iniciará a reabilitação, que deve durar mais três meses", disse o assessor de imprensada federação tcheca, Karel Tejkal. 

"Foi mais uma questão de se estar no lugar errado na hora errada", destacou o porta-voz sobre o incidente com a bicampeã de Wimbledon em 2011 e 2014.

"Estamos trabalhando duro neste caso, avaliando todos os vestígios na cena do crime e juntando todas a informações que nos passaram", disse o representante da polícia de Prostejov, que já circula um retrato-falado do agressor da canhota tcheca. "É um homem provavelmente por volta dos 35 anos, com 1,80 m de altura, pele clara, olhos castanhos, cabelo curto e aparência normal".

banner
banner