X

Bellucci recebe pouquíssimo valor, diz Kuerten

Segunda, 15 de fevereiro 2016 às 18:38:07 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Por Fabrizio Gallas - Ainda em coletiva de imprensa nesta segunda-feira no Rio Open, Gustavo Kuerten comentou sobre a emoção de ser homenageado dando o nome da quadra central do Jockey e pediu mais valorização para Thomaz Bellucci, atual 32º do mundo.



"É uma enorme satisfação, são coisas que não conseguimos imaginar, é muito legal pra mim e toda nossa família a iniciativa do campeonato de retomar, e recontar a história do tênis brasileiro, estará meu nome no quadra, mas o Alcides Procópio que faria centenário, Maria Esther Bueno, o Thomaz Koch, o Fernando Meligeni, isso é fundamental, tem que buscar mais consistência em nossa história."

"Esse é o grande diferencial, um grande evento valorizando quem quer contribuir com o tênis. Esse ano arrancamos com um Slam (Bruno Soares no Australian Open) e ano passado tivemos o Marcelo Melo (Roland Garros), quanto mais entendemos de tênis,mais sabemos o quão duro é alcançar, e daremos valor, daí ficamos menos reféns de ter um Guga, Maria esther, ter mais jogadores que façam a diferença. Thomaz Bellucci tá aí 20, 30, 40 do mundo, é mto difícil fazer o que ele faz, é pouquíssimo o valor que ele recebe, e sobra nos ombros de um cara, de um segundo e o terceiro, precisamos ter um volume de pessoas."

Guga ainda afirmou que a possibilidade do Brasil ganhar medalha no tênis com Marcelo Melo e Bruno Soares é "claríssima", a maior desde sua época em 2000 quando Yevgeny Kafelnikov "estragou a festa".

banner
banner