X

Guga: 'Djokovic pode chegar nos Slams de Federer e outros recordes'

Segunda, 15 de fevereiro 2016 às 18:19:43 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Por Fabrizio Gallas - Gustavo Kuerten concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira, dia em que será homenageado com seu nome sendo eternizado batizando a quadra central do Jockey Club e comentou sobre o domínio de Novak Djokovic.



Leia Mais:

Bellucci recebe pouco valor, diz Guga

"Ele está em um nível acima dos outros, é muito difícil acontecer isso, Federer fez isso por uns dois anos, mas mesmo assim tinha o Nadal que era superior a ele no saibro. É absurdo o nível que ele atingiu, capacidade de devolução, por isso ganha e passa por cima. Dava pra imaginar que ele chegaria a esse ponto, fisicamente ele é extraordinário, tecnicamente é praticamente perfeito e isso faz com que seu mental fique imbatível, em algum momento ele vai se sentir detentor da partida e sair vitorioso", apontou Kuerten.

Para o tricampeão de Roland Garros em 1997, 2000 e 2001, Djokovic pode alcançar os 17 Grand Slams de Roger Federer logo logo: "Nos próximos dois anos ele terá grandes chances de aproximar do Federer e de muitos recordes do tênis e seguramente se tornar um dos melhores da história."

E como ganhar do sérvio líder doo ranking há 85 semanas seguidas ? "É complicado, talvez a direita, contra o Gilles Simon (no Australian Open nas oitavas, duelo em cinco sets) ele perde um pouco a confiança, é como fazê-lo jogar mal, bolar uma estratégia que tire da zona do conforto, tirar ele do calibre e não dar oportunidade. Em 2004 Federer era muito melhor que eu, era fazer ele perder a confiança e depois competir. Tem um espaço pequeno pros jogadores, mas Slam é complicado porque são cinco sets porque ele ele não terá um momento de virada".

Nadal vai voltar ? Guga também comentou sobre a possibilidade de Rafael Nadal voltar a vencer um Major: "Temos que esperar tudo de um cara desses", afirmou: "Óbvio que o rendimento é diferente de momentos atrás, questão de confiança, vi alguns momentos contra o (Dominic) Thiem que ele perdeu bolas cruciais que ganharia 9 de 10 e agora vence cinco e perde cinco, do inabalável, de se sentir invencível em quadra. Ele precisa construir essa armadura nos campeonatos.  Ele vai buscar todas as respostas, o esforço que não conseguimos alcançar, está no sangue dele a vontade de vencer, de ganhar. Ano passado veio aqui perdeu na semi, esse é o mesmo Nadal sua garra, o que falta é detalhes de confiança que em uma semana pode mudar. Pra isso ganharSslams e voltar a ser o número 1 tem que ter outras vitórias antes". 

banner
banner