X

Irmão de Djokovic dispara: 'Impediram que ele estabelecesse seu recorde'

Quinta, 06 de janeiro 2022 às 16:10:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Djordje Djokovic, tenista e irmão de Novak Djokovic, conversou com jornalistas na entrevista coletiva dada em Belgrado ao lado dos pais, Srdjan e Diana, para falar sobre o processo que deixou o número 1 do mundo sob custódia do governo australiano.



A família conversou com a imprensa antes de se juntar a compatriotas que foram protestar contra a decisão das autoridades australianas de deportarem o tenista após cancelar o visto para entrada no país.

“Novak não violou nenhum protocolo, tinha documentação igual à dos tenistas que entraram no país. Quando chegou à Austrália sofreu um grande delito diplomático. Foi interrogado por oficiais da alfândega da fronteira. Nos primeiros 45 minutos, ele conseguia se comunicar conosco, sua família, e então tiraram seu telefone e não pudemos falar com ele por três horas e meia. Então foi decidido que ele não teria visto para ficar na Austrália e que não seria capaz de defender seu título e estabelecer seu recorde ", diz Djordje a respeito do feito de conquistar 10 títulos do Australian Open e 21 títulos do Grand Slam, tornando-se o maior vencedor da história.

“Meu irmão não é um criminoso, sim um atleta. A última notícia que temos é que o tribunal ordenou às autoridades que não o deportassem até segunda-feira pela manhã . Ele descobriu imediatamente depois que não o deixariam entrar na Austrália nos próximos três anos", completou.


banner
banner