X

Tiley confirma que Djokovic terá que se vacinar para jogar o Australian Open

Quarta, 08 de dezembro 2021 às 21:57:26 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Um dia após Novak Djokovic aparecer na lista oficial do Australian Open, o diretor do torneio, Craig Tiley, explicou que não haverá exceção médica para que o número 1 do mundo atue no Grand Slam.



Tiley disse ao ABC News Breakfast que mesmo inscrito vai levar algumas semanas para confirmar se ele jogará ou não no torneio. Disse ainda que os jogadores podem aplicar para uma exceção médica que é vista por um grupo independente.

Djokovic segue sem confirmar publicamente se vacinou ou não. Seu pai já afirmou que o filho não deve disputar o torneio diante das regras rígidas quanto à vacina.

"Ninguém pode jogar o Australian Open caso não esteja vacinado - com dose dupla das vacinas e a dose única da Janssen", disse Tiley. 

"A única condição para quem não vacinar é se você receber uma isenção médica das autoridades australianas", seguiu: "Há um painel independente de especialistas médicos que vêem a cópia da requisição".

Tiley foi questionado novamente se Djokovic seria capaz de receber essa isenção: "Jogadores de tênis internacionais têm exatamente as mesmas condições que todos em vir para Victoria ou a Austrália. Não será dado nenhumbenefício a eles em nenhuma condição (exceto em uma isenção médica aprovada)".

Tiley também confirmou que, até o momento, nenhum tenista havia recebido isenção de vacinação: "Não houve isenções médicas que foram concedidas até esta manhã."

De acordo com Tiley, cerca de 95 por cento da comunidade do tênis está totalmente vacinada.

"Agora estamos em uma posição em que, há mais de seis semanas, 50 por cento dos jogadores de tênis em todo o mundo foram vacinados, e agora é mais de 95 por cento. Isso é uma melhoria significativa."

banner
banner