X

Svitolina é surpreendida em Madri. Bertens, Kvitova e Kerber avançam

Quinta, 29 de abril 2021 às 09:53:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O WTA 1000 de Madri, na Espanha, já tem a primeira surpresa da chave, a vitória de virada da suíça Jil Belen Teichmann, 40ª da WTA, sobre a ucraniana Elina Svitolina, 5ª. Tricampeã do torneio, Petra Kvitova viu rival desistir.



A programação do dia na quadra Manolo Santana abriu com vitória da atual campeã do torneio (2019), a holandesa Kiki Bertens, 10ª, que jogando sob teto fechado, precisou de 1h05 para superar a convidada da organização, a tenista de Andorra Victoria Jimenez Kasintseva, 901ª, com placar de 6/4 6/0.

Bertens encara a russa Veronika Kudermetova, 28ª, que venceu a compatriota Elena Vesnina, que joga com ranking protegido e fez seu primeiro jogo em quase 3 anos, após ser mãe, em 6/1 6/4.

Bertens e Kudermetova se enfrentaram uma única vez, no piso rápido de São Petersburgo, e a holandesa levou a melhor.

Em simultâneo, na Quadra 3, a ex-número 1 e atual 26ºª, a alemã Angelique Kerber, precisou de 1h20 para superar a tcheca Marketa Vondrousova, 21ª, em 7/6(5) 6/1 e encara agora a nona favorita do torneio, a tcheca Petra Kvitova, 12ª da WTA, que após 1h10 de partida viu a compatriota Marie Bouzkova, 56ª, desistir lesionada quando Kvitova vencia por 6/2 2/3.

Kvitova e Kerber se enfrentaram 13 vezes no circuito profissional e a tcheca levou a melhor em sete oportunidades. No saibro, mesmo piso de Madri, elas se enfrentaram cinco vezes e a alemã tem a vantagem de três vitórias.

Svitolina fora

Quarta favorita da disputa, Svitolina lutou por 2h36 na quadra Arantxa Sanchez Vicário, mas acabou derrotada em 2/6 6/4 7/6 (5) por Teichmann, que aguarda pela vencedora do confronto entre a tcheca Barbora Krejcikova e a espanhola Paula Badosa.

Em razão do tempo em Madri, todos os jogos foram realizados sob teto fechado.

banner
banner
banner