X

Edberg: 'Federer segue amando o tênis'

Domingo, 15 de novembro 2020 às 10:47:50 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Ex-treinador de Roger Federer, o sueco Stefan Edberg deu entrevista ao podcast da Tennis Channel e afirmou que o suíço segue amando o tênis mesmo aos 39 anos e duas cirurgias no joelho realizadas este ano onde só jogou o Aberto da Austrália.



"Federer é um garoto extraordinário e continua amando o tênis. Ele com seus 39 anos segue tentando melhorar para ser o melhor. Roger quer sempre aprender, aprendi trabalhando com ele. Estou totalmente segguro que está trabalhando muito duro para voltar da melhor maneira possível e pode lutar pelos títulos mais importantes de 2021. Não tenho dúvidas de que vai lutar com os melhores tenistas do circuito", disse Edberg que lembrou da mudança de raquete em 2014 que fez seu jogo evoluir.

"O ano de 2013 foi muito complicado para o Roger. Estava incomodando muito as costas e começou a perder jogos que não tinha que perder. Ele necessitava alguma inspiração, algo que fizesse ligá-lo de novo com o tênis. Decidiu mudar a raquete e isso foi vital para sua trajetória esportiva. Quando chheguei em sua equipe em 2014 estava mentalmente preparado para melhorar como tenista. Ele já tinhah alguns objetivos na cabeça e começou a treinar duro para conseguir. Assim foi como começamos a trabalhar. Trabalhando dia a dia".

 

Para o sueco, Federer vai encarar 2021 da mesma maneira: "Federer necessitava de uma mudança, queria passar a ser mais ofensivo, muito parecido como eu era na minha época de tenista. Para conseguir isso, ele necessitava ter novas inspirações, novas ideias. Sigo pensando que a chave para que suba de nível tenístico foi mudar de raquete. Custou para se adaptar um pouco, mas finalmente pode se adaptar com total normalidade. Para que um tenista cresça, necessita se apoiar nas novas tecnologias".

 

banner
banner