X

Federer nunca planejou uma aposentadoria, afirma Luthi

Domingo, 13 de setembro 2020 às 15:58:57 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Severin Luthi, um dos treinadores de Roger Federer, afirmou ao NZZ, que o suíço nunca planejou uma retirada ou aposentadoria. Os planos para 2021 ainda dependem da pandemia, mas sabe-se que ele voltará na Austrália. Ele está afastado por cirurgias no joelho.



"O certo é que a retirada é algo que nunca se planejou. Roger que tomar seu tempo. Entramos em acordo para não nos agoniar. Temos uma programação, mas não vaos insistir nisso. Quero dizer, se ele precisar mais semanas, as terá. Colocar no topo fisicamente é a chave para que o tênis venha. Esse é o objetivo", disse Luthi que detalhou sobre os próximos passos do suíço. 

Ele já intensificou a preparação física e o plano é voltar à quadra em outubro e que os próximos meses até dezembro serão os principais para o retorno. Federer fez duas cirurgias no joelho no começo de fevereiro e no começo de junho. 

Sobre os torneios de volta ele apontou: "Ainda falta muito e dependemos da pandemia. Não falamos de torneios, se jogará a ATP Cup ou algumas exibições antes da Austrália. Não seria prudente falar agora de qual jogará, isso limita eu planejamento".

 

Para Luthi, o retorno de Federer não deve ser igual ao de 2017 quando ganhou o Australian Open: "Nessa ocasião a parada é maior. Em janeiro fará um ano quase que não compete e isso é muito tempo para um atleta como ele. A inatividade depois de uma operação afeta os músculos. Quando começou a treinar foi quase como começar do zero. A vantagem que tem é que Pierre (Paganini, preparador físico) conhece muito bem o corpo do Federer. Trabalharam juntos muitos anos e sabem exatamente o que necessita e quanto pode forçar seu corpo".

 

 

banner
banner