X

Capitão convoca o Brasil para Mundial de Beach Tennis e explica ausências

Sexta, 18 de maio 2018 às 22:51:26 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O capitão da seleção brasileira de Beach Tennis, o italiano Alex Mingozzi, definiu nesta quinta-feira o time que lutará pelo bicampeonato no Mundial por equipes realizado em Moscou, na Rússia, de 6 a 12 de agosto. A lista com os seis atletas convocados foi divulgada pelo Departamento de Beach Tennis da Confederação Brasileira de Tênis. 



São eles: Marcus Ferreira, Thales Santos e Vinicius Font, no masculino, e Joana Cortez, Marcela Vita, Rafaella Miiller, no feminino. 

Com apenas dois meses à frente do comando técnico da seleção, Mingozzi explicou os critérios de convocação deixando o número 1 e 2 do país, Diogo Carneiro e Ralff Abreu, de fora no masculino. Font é o 15º, Thales e Marcus estão empatados no 17º posto. "Eu entrei há dois meses como técnico nesse projeto. Não tive muito tempo para trabalhar com os jogadores. Então, os critérios da convocação foram baseados nos resultados do últimos cinco, seis meses", afirmou o capitão. "Tem alguns jogadores que estavam machucados e que nesse momento não conseguiram chegar nas melhores condições, mas que pretendo contar em futuras convocações. Assim como jogadores mais novos, que estão jogando bem, mas que ainda precisam de resultados", ponderou.
 
A preparação da equipe para o Mundial será realizada através de treinamentos intensivos, como ocorreu após o Copacabana Open, no Rio de Janeiro, e na Itália, onde os atletas deverão disputar dois torneios importantes, um na Toscana e a Copa do Mundo na Cervia. "Vamos tentar nos encontrar no Brasil, o país é muito grande, mas querenos conseguir uma ou duas vezes antes de julho. Depois, vou pedir a todos os convocados para anteciparem um pouco a ida para a Itália para participarem desses dois eventos antes do Mundial, para treinarmos entre uma competição e outra e também para confraternizarmos. É importante estarmos bem unidos para enfrentar essa competição, que neste ano será duríssima", destacou Mingozzi.
 
No ano passado, o Brasil foi vice-campeão do Mundial. Em seis participações na competição, realizada desde 2012 na Rússia, a equipe brasileira soma um título (em 2013) e três vice-campeonatos. "Meu projeto como técnico não é só baseado nesse evento do Mundial, mas ajudar o desenvolvimento do Beach Tennis no Brasil, por toda a bagagem que eu tenho. Aos poucos, vou implementando minha forma de trabalhar na seleção e tenho certeza que ainda virão muitas conquistas pelas frente", concluiu Mingozzi.
 

banner
banner