X

Soares: 'Sonhei muito com esse momento'

Sábado, 30 de janeiro 2016 às 12:42:33 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Primeiro brasileiro a vencer um título do Australian Open, o mineiro Bruno Soares estava "sem palavras" para falar na cerimônia de entrega de seu primeiro título de Grand Slam em duplas masculinas, conquistado ao lado do escocês Jamie Murray. 



Após ouvir os agradecimentos dos vice-campeões, o tcheco Radek Stepanek e o canadense Daniel Nestor, que também felicitaram a parceria do brasileiro que tinha também a seu favor a torcida local, em número pequeno por se tratar de uma partida que avançou até à 1h da manhã no horário local.

Primeiro a falar pela parceria campeã, Bruno iniciou sua fala: "É difícil. Sonhei com esse momento desde que comecei a jogar tênis. E agora não sei o que dizer", arrancando risos dos presentes.

O mineiro fez questão de agradecer e felicitar os adversários, destacando principalmente Daniel Nestor: "Dani, eu quero te parabenizar não apenas por hoje, mas por toda a sua carreira. Você tem sido inspiração para mim desde que comecei e é para muitas pessoas", destacou Soares.

Mais tarde, em comunicado enviado pela imprensa, Bruno seguiu: "A sensação de ganhar o meu primeiro Grand Slam de duplas é indescritível. Esse tipo de torneio começa pra gente, desde pequeno, como um sonho. Aos poucos vai se tornando realidade, depois passa a virar um objetivo, e agora passa a ser um título. Realmente é muito especial. A gente trabalha para isso e se sacrifica para esse momento. Uma vitória como essa, faz tudo valer a pena," disse um emocionado Bruno. 

Sobre a partida vencida por 2/6 6/4 7/5, ele descreveu: "Foi super disputado. Não tinha como esperar outra coisa. Eles são super experientes e entraram muito sólidos e soltos. Demoramos um pouco para entrar no jogo. No início do segundo set conseguimos nos soltar e depois da quebra, impusemos nosso jogo e até o final poderia ter sido um pouco mais fácil. Salvaram umas bolas espíritas, mas foi importante manter a tranquilidade e conseguir fechar o jogo."

 

"Não é uma surpresa que a gente tenha se dado bem em quadra tão rápido. Quando resolvemos jogar juntos, quando o Jamie me convidou, a gente já imaginou que poderia ser uma dupla muito boa. Mas, até aí dizer que ganharíamos o primeiro Grand Slam, o Australian Open, não dava para imaginar. Nós dois fizemos uma pré-temporada muito boa, ficamos em contato e fizemos muitos jogos, apesar de terem sido só dois torneios, antes de chegar aqui." (Bruno e Jamie foram à semi em Doha e ganharam o ATP de Sydney, passando agora a liderar o ranking de duplas na corrida da ATP para Londres).

Murray, que também venceu seu primeiro título de Slam nas duplas, discursou por menos tempo e muito emocionado. Agradeceu o apoio de família, do treina dor de longa data a quem "nunca desistiu quando tivemos insucessos e sempre acreditou".

O irmão mais velho de Andy Murray fez questão de agradecer a esposa "que trabalha duro enquanto eu viajo o mundo e jogo", brincou.

Ainda de voz embargada, Murray agradeceu a parceria de Bruno "vamos seguir trabalhando e lutando" e ficou surpreso com a presença do irmão em seu box: "Andy, você não devia estar aqui. Você devia estar na cama", disse arrancando risos do público presente.

A "bronca" de Jamie fazia sentido, no horário local era 1h12 da madruga o momento da premiação. Andy Murray apareceu em quadra apenas para gravar a premiação com o celular. 

 

banner
banner