X

Brasileiros seguem carma e ampliam jejum no Australian Open

Quinta, 21 de janeiro 2016 às 17:00:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Por Fabrizio Gallas - Se nas duplas a expectativa e os resultados são bons, em simples no Australian Open o Brasil segue vivendo seu carma de maus resultados com um jejum que passa dos 12 anos sem uma vaga além da segunda rodada do primeiro Grand Slam da temporada.



Leia Mais:

Apático, Bellucci se despede na segunda rodada

Desafio Aberto da Austrália - Ganhe um super kit do torneio com raquete e bolas!

A queda de Thomaz Bellucci para o americano Steve Johnson, 32º, em três sets nesta quinta fez com que o brasileiro parasse pela quinta vez nesta fase enquanto que Teliana Pereira disputou o torneio pela segunda vez e caiu na fase inicial.

A última vez de um tenista brasileiro na terceira rodada foi Gustavo Kuerten em 2004 caindo diante do tailandês Paradorn Srichaphan. Nem mesmo o fato de ter sido o número 1 do mundo e ter tido sucesso com três títulos em Roland Garros, quartas do US Open e Wimbledon fizeram com que o catarinense tivesse naquele ano seu maior resultado em Melbourne.

Fernando Meligeni em suas campanhas só conseguiu uma única vez passar da primeira rodada e nos demais André Sá e Luiz Mattar pararam na segunda fase. Além de Guga, o único brasileiro a avançar à terceira fase foi Jaime Oncins caindo nesta rodada em 1991.

De 1988 para antes o torneio teve a chave menor que 128 atletas.

Veja as campanhas dos brasileiros ao longo das últimas décadas na Austrália: 

2016 - Thomaz Bellucci (2ª Rodada), Teliana Pereira (1ª Rodada)

2015 - Thomaz Bellucci e João Souza (1ª Rodada)

2014 - Thomaz Bellucci (2ª Rodada) e Teliana Pereira (1ª Rodada)

2013 - Thomaz Bellucci (1ª Rodada)

2012 - Thomaz Bellucci e Ricardo Mello (2ª Rodada), João Souza (1ª rodada)

2011 - Thomaz Bellucci  (2ª rodada), Ricardo Mello e Marcos Daniel (1ª Rodada)

2010 - Thomaz Bellucci (2ª Rodada), Ricardo Mello e Ricardo Hocevar (1ª Rodada)

2009 - Thomaz Bellucci e Marcos Daniel (1ª Rodada)

2008 e 2007 - Ninguém jogou

2006 - Ricardo Mello e Marcos Daniel (1ª Rodada)

2005 - Ricardo Mello (2ª Rodada) e Flávio Saretta (1ª Rodada) 

2004 - Gustavo Kuerten (3ª Rodada), Flávio Saretta e Ricardo Mello (1ª rodada)

2003  - Gustavo Kuerten (2ª rodada), Flávio Saretta (perdeu para Roger Federer), André Sá, Marcos Daniel e Fernando Meligeni (1ª rodada)

2002 - Alexandre Simoni (2ª rodada), Fernando Meligeni, André Sá, Flávio Saretta e Gustavo Kuerten  (1ª rodada)

2001 - Gustavo Kuerten e André Sá (2ª rodada)

2000 - Gustavo Kuerten e Fernando Meligeni (1ª rodada)

1999 - Gustavo Kuerten (2ª rodada), Fernando Meligeni e Márcio Carlsson (1ª rodada)

1998 - Gustavo Kuerten (2ª rodada), Fernando Meligeni (1ª rodada)

1997 - Gustavo Kuerten e Fernando Meligeni (2ª rodada)

1996 - Fernando Meligeni (1ª rodada)

1995 - Luiz Mattar (1ª rodada)

1994 - Ninguém jogou

1993 - Luiz Mattar (2ª rodada)

1992 - Fernando Roese, Danilo Marcelino e Jaime Oncins (1ª rodada)

1991 - Jaime Oncins (3ª rodada), Luiz Mattar (2ª rodada)

1990, 1989 e 1988 - Ninguém jogou

banner
banner