X

Sei que posso me sair muito bem na grama, afirma Medvedev

Segunda, 21 de junho 2021 às 09:34:31 AMT

Link Curto:

Tenista Romena

O russo Daniil Medvedev, número dois do mundo, se mostrou confiante para a grama mesmo com a derrota precoce na estreia em Halle, na Alemanha. Ele é o favorito no ATP 250 de Mallorca, na Espanha, esta semana, a prévia para Wimbledon.



"Não é fácil se adaptar à grama, principalmente depois da mudança de datas em Roland Garros. Só tivemos duas semanas e apesar de me sentir muito bem treinando em Halle, encontrei um grande jogador na primeira rodada (Jan-Lenard Struff) que me impediu de jogar mais. Preciso de jogos, adoro lutar na grama, mas quero fazer mais jogos para ganhar ritmo e confiança. Sei que posso me sair muito bem nessa superfície, mas preciso de tempo, então espero poder jogar vários jogos aqui", destacou o tenista que tem a terceira rodada no Aberto da Inglaterra como melhor desempenho.

Questionado sobre como pode ser difícil jogar um torneio na semana anterior a um Grand Slam, o russo tem uma fonte de inspiração. "Sei que estarei em Wimbledon na terça-feira, então terei mais um dia para me aclimatar às quadras de Londres. Não é comum eu jogar na semana anterior a um grande torneio, mas vendo como Novak ficou bem ao competir em Belgrado e destruir todos os seus rivais em Paris, parece-me que pode ser uma opção interessante chegar a Londres com bom ritmo e confiança ”, afirmou.

Medvedev comparou com o piso de saibro o qual não curte, mas fez quartas em Paris: "Embora seja verdade que esta turnê no saibro tenha sido reveladora para mim, porque percebi que posso ser muito competitivo naquela superfície, para que isso aconteça deve haver uma série de circunstâncias. possibilidades. O que me impressiona é a grande diferença de velocidade entre as quadras pequenas e as centrais dos torneios de grama. Quando me acostumo com a enorme velocidade das quadras de treinamento, me colocam para jogar em um estádio e percebo que a bola anda mais devagar. É complicado ", revelou o russo que está animado para os Jogos Olímpicos: "Vou para os Jogos Olímpicos, é um evento muito importante para a Rússia e para mim, mas entendo perfeitamente os tenistas que decidem renunciar. Estamos vivendo o que possivelmente é a temporada mais difícil da história em qualquer modalidade esportiva . Começamos com a ATP Cup e terminamos com as finais da Davis Cup, depois de disputar os quatro Grand Slam e os Jogos Olímpicos, teremos feito algo muito difícil de administrar".

banner
banner