X

Americano avança no Seniors de Porto Alegre

Quarta, 23 de novembro 2016 às 19:06:50 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A 31ª edição do Seniors Internacional de Porto Alegre – Copa Yone Borba Dias continua nesta quinta-feira, a partir das 9 horas, nas quadras de saibro da Associação Leopoldina Juvenil. Na rodada de quarta-feira, 52 partidas foram disputadas.



Na categoria dos 80 anos masculino, o americano John Powless, 84 anos, venceu o brasileiro Eduardo Figueira no tie-break decisivo do terceiro set, por 10 a 4. Powless poderia ser um tenista comum de passagem por Porto Alegre, mas a história do americano no mundo do tênis encanta qualquer apaixonado por este esporte. Ainda quando criança, aos 12 anos e sem recursos financeiros, inscreveu-se em um torneio mas foi proibido de jogar porque não tinha calçados nem roupas adequadas. A notícia o deixou tão triste que, a partir daquele momento, sua principal meta era a  superação.  Aos 18 anos ganhou do segundo melhor jogador júnior do mundo e desde então sua vida mudou. Passou a disputar todos os torneios, jogou contra tenistas renomados, entre eles Rod Laver, Roy Emerson e chegou ao posto de técnico da seleção americana de juvenis da Copa Davis, treinando aquele que se tornaria um dos maiores tenistas norte-americanos: Arthur Ashe! “Eu tenho um anel com o nome dos seis tenistas mais importantes da minha época que treinei na Davis”, lembra Powless. Também foi o primeiro homem a dar um emprego na sua academia, a primeira do país, para o hoje consagrado técnico Nick Bollettieri. Entre tantas histórias, que neste ano renderam um livro, Powless também lembra que sua primeira parceira de duplas mistas em grandes torneios foi a brasileira Maria Esther Bueno. “Eu a chamava de passarinha, de tão magrinha que era”, lembra ele. Também já teve o prazer de bater uma bolinha na Casa Branca com o presidente Ronald Reagan, já se vestiu de Papai Noel na Finlândia para levar presentes para  crianças pobres a convite de uma empresa aérea e teve como “esposa”, a Mamãe Noel, ninguém menos que Lady Di. Atualmente, um de seus grandes amigos é o ex-presidente dos EUA, George W. Bush. Powless está ansioso e esperando pela próxima partida no Seniors Internacional de Porto Alegre.

 

Nos 75 anos feminino, a brasileira Christa Coelho, melhor tenista do Brasil e segunda melhor do mundo na categoria, não teve dificuldades para vencer a compatriota Tamiko Castro, por fáceis 6/0 e 6/0. “Sempre tem uma pressão de jogar aqui, até pelo meu ranking, mas procuro não me preocupar mais, afinal já são quase 50 anos de tênis!”, comenta Christa.

 

Entre os mais novos, na categoria dos 35 anos masculino, teve duelo de gaúchos: Marcio Grobocopatel levou a melhor diante do caxiense Gustavo Bohrer, por dois sets a zero, parciais de 6/3 e 7/6 (4). “É um dos campeonatos mais difíceis, sempre tem jogo duro, ainda mais com um adversário que jogo desde os tempos de juvenil. Ano passado perdi pra ele, então entrei em quadra motivado para conseguir a vitória e deu certo”, comemora Grobocopatel.

 

O Seniors Internacional de Porto Alegre - Copa Yone Borba Dias, reúne cerca de 230 tenistas, de 16 países, nas categorias masculinas e femininas dos 35 aos 80 anos. Além dos brasileiros, o torneio tem representantes da Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bolívia, Canadá, Chile, Estados Unidos, França, Itália, Nova Zelândia, Peru, Polônia, Suíça, Uruguai.

 

O campeonato que conta pontos para o ranking mundial como torneio do Grupo A da ITF (Federação Internacional de Tênis) e também para o ranking da CBT (Confederação Brasileira de Tênis), é aberto ao público. As finais estão programadas para o sábado, dia 26 de novembro.

 

“O 31º Seniors Internacional de Porto Alegre - Copa Yone Borba Dias tem apoio de Melnick Even, Master Hotéis, Net e Eisenbahn. A organização é da PROTENIS PROMOÇÕES ESPORTIVAS.“

 

Maiores informações, programação, resultados dos jogos estão disponíveis no site http://seniorsbrasil.com.br

banner
banner