X

Por onde anda: Fábio Gil

Sábado, 05 de dezembro 2015 às 09:05:59 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Líder do ranking juvenil paulista e brasileiro na década de 80 e 90, o paulista Fábio Gil construiu sua vida no tênis. Hoje, aos 39 anos, ele é empresário, dono de academia, coordenador técnico e professor.



 

Gil começou a jogar tênis aos 9 anos, em Santos, e um ano depois conquistou seu primeiro título de campeão santista. Extremamente habilidoso, o paulista é dono de um currículo invejável no juvenil tendo sido campeão de 32 torneios estaduais (Federação Paulista de Tênis) e 12 nacionais (Confederação Brasileira de Tênis).

 

Também disputou três giras sul-americanas do Circuito Cosat, quando em 1991, com 14 anos, terminou o ano como sexto tenista sul-americano, mesmo ano em que fez a final do Banana Bowl e integrou a equipe brasileira que foi campeã sul-americana em simples, duplas e por equipes e sétima colocada no Mundial disputado no Japão.

 

Conquistou seu primeiro ponto como profissional na ATP em 1995, mas decidiu trilhar um outro caminho no tênis, o de treinador, aos 19 anos. “Foi uma decisão importante, pois sabia que iria mudar a minha vida para sempre. Mas deu certo e não me arrependo de não ter seguido no profissional”, afirmou Gil.

 

Tornou-se então auxiliar do técnico Carlos Chabalgoity, que na época treinava Flávio Saretta, entre outros juvenis, como Eduardo Bergman, Rodrigo Abuchan, Rafael Almeida e José Carlos Pinto, número 1 do Brasil por vários anos seguidos.

 

"Como eram vários jogadores, muitas vezes era eu quem comandava os treinos e acompanhava os jogares em viagens aos torneios. Isso me deu muita bagagem", contou.

 

Quatro anos depois, em 1999, Gil tornou-se dono da sua primeira academia, a Yellow Ball, em São Paulo, na qual conciliava suas funções de empresário e treinador. Não demorou para abrir a segunda, em 2000, a Tennis Court, também na capital paulista. Acumulou as funções de coordenador técnico, professor e empresário por mais de uma década nestas duas academias, até que em 2012, abriu a terceira academia, a Tennis Lounge, localizada no bairro de Moema, em São Paulo.

 

A Tennis Lounge é hoje uma academia reconhecida no mercado,  por sua infraestrutura localização e qualidade nos serviços, sendo inclusive pioneira quando optou por climatizar sua quadra coberta, tornando-se a primeira academia do país a ter uma quadra coberta e climatizada. 

demia, a Yellow Ball, em São Paulo, na qual conciliava suas funções de empresário e treinador. Não demorou para abrir a segunda, em 2000, a Tennis Court, também na capital paulista. Acumulou as funções de coordenador técnico, professor e empresário por mais de uma década nestas duas academias, até que em 2012, abriu a terceira academia, a Tennis Lounge, localizada no bairro de Moema, em São Paulo.

 

A Tennis Lounge é hoje uma academia reconhecida no mercado,  por sua infraestrutura localização e qualidade nos serviços, sendo inclusive pioneira quando optou por climatizar sua quadra coberta, tornando-se a primeira academia do país a ter uma quadra coberta e climatizada. 

banner
banner
banner