X

Governo da Austrália: 'Ainda não é certo que deixaremos entrar os não vacinados'

Terça, 26 de outubro 2021 às 10:32:54 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O governo australiano segue em debate e ainda não bateu o martelo sobre a permissão de entrada dos não vacinados para a disputa do Australian Open. Um email para as jogadoras da WTA foi vazado no domingo o qual informava a permissão mediante quarentena de 14 dias. 



Leia Mais:

Email vaza com autorização de entrada para não vacinados

Azarenka se irrita com repórter após vazamento

 

"Não acho que isto deve ser assim. Todos os torcedores que forem ao torneio têm de ter a dupla dose da vacina, tal como os trabalhadores e voluntários. Se é assim, só devíamos deixar os vacinados competir. Em muitos outros países não se pode entrar se não tens o certificado de vacinação, então por que é que devia ser diferente aqui? ", afirmou Daniel Andrews, Primeiro Ministro do estado de Victoria, para a rádio ABC.

Já o Ministro do Esporte, Martin Pakula, em bate-papo com a rádio A3W, disse: "O assunto ainda não está fechado. Estamos em conversações com a Commonwealth e a Tennis Australia para ver se estabelecemos a regra da quarentena de 14 dias ou se proibimos diretamente a entrada dos não vacinados no país. Ainda não é certo que os vamos deixar entrar e não se vai resolver definitivamente até daqui a duas semanas", acrescentou.

“No final das contas é uma decisão federal sobre quem entra no país e as circunstâncias em que entra. Ainda estamos conversando e vamos organizar tudo com bastante antecedência para que as regras fiquem bem claras a todos. A única coisa que garantimos é que os jogadores vacinados serão tratados da mesma forma que qualquer outro australiano vacinado”, completou Pakula.

banner
banner