X

"Consideramos últimos 3 meses para decisão", explica Costa

Quarta, 04 de abril 2007 às 15:47:35 AMT

Link Curto:

Brasil x Canadá - Davis
Francisco Costa, capitão brasileiro da Copa Davis, explicou, em entrevista coletiva, a surpreendente opção de Ricardo Mello como segundo jogador de simples no confronto contra o Canadá a partir da próxima sexta em Florianópolis.

"Nós decidimos que o Guga vai jogar a dupla com o André Sá, então a dúvida era quem iria ser o segundo jogador de simples: Mello, Marcos Daniel ou Thiago Alves. Então, devido ao adversário, à fase de cada jogador, experiência na Copa Davis, escolhemos".

A opção de Chico foi pelos resultados dos primeiros meses da temporada. Mello esteve irregular, mas foi bem no Masters Series de Miami onde teve set-points contra Rafael Nadal. Segundoo capitão a escolha não teve a evr com esse resultado: "Consideramos os resultados dos últimos três meses para tomar essa decisão".

Daniel havia sido escalado na primeira lista divulga por Chico Costa dias atrás, mas agora a equipe contará com Flávio Saretta e Ricardo Mello para simples mais Gustavo Kuerten e André Sá como duplistas.

Os tenistas falaram sobre a escolha e o dasafio contra os canadenses: “Venho jogando os últimos confrontos de Copa Davis e já sei como encarar esses jogos. Tenho total condição de jogar e estou preparado para jogar sexta-feira”, disse Mello.

Flávio Saretta espera um resultado melhor do que o confronto contra a Suécia no ano passado, quando os brasileiros perderam por 3 a 1. “A gente tem a torcida do nosso lado. Tomara que seja menos sofrido que contra a Suécia. Tenho certeza de que todo mundo vai lutar em todos os pontos”.

Para Guga o confronto contra o Canadá pode contribuir para o Brasil voltar ao Grupo Mundial. “É o que a gente mais tem como objetivo: fazer uma estrutura sólida para voltar a viver anos como de 97 até 2000 e pouco. A gente tem condição de estar um pouco acima do que nós figuramos nos últimos anos”, ressaltou Guga.

O capitão da equipe canadense confirmou Peter Polansky, Frederic Niemeyer, Frank Dancevic e Daniel Nestor como titulares. Laurendeau só divulgará os jogadores de simples e os de duplas no sorteio desta quinta-feira às 10hs. “Os jogadores são esses quatro, nós não temos um time tão grande como o Brasil”, disse o capitão do Canadá.

Laurendeau e Nestor comentaram sobre o último confronto em terra brasileira, em 2002. O Brasil venceu o confronto por 4 a 0. “Jogamos no Brasil em 2002 e nós sabemos o que esperar do público. Eles fazem barulho, mas conhecem de tênis”, falou Laurendeau. O quinto colocado no ranking de duplas, Nestor, acredita que este confronto será mais equilibrado. “Acho que o placar será mais ‘apertado’ do que daquela vez. Nós estamos com um time melhor e com mais experiência”, explicou.
banner
banner