X

Ferrer demite técnico e se diz em má fase

Quinta, 18 de setembro 2014 às 09:53:17 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Eliminado na terceira rodada do US Open diante do francês Gilles Simon, David Ferrer anunciou ter rompido com o técnico Jose Altur e ainda não anunciou um novo nome para ser seu treinador. O tenista destacou estar em má fase e justificou a ausência da Copa Davis.

“As pessoas têm que saber também que eu estou no meio de uma temporada difícil tanto profissionalmente como pessoalmente. Após o US Open rompi com meu técnico e tenho que me acostumar com as mudanças. Fsicamente não estou bem. Tenho uma idéia na cabeça (de novo técnico), mas até que eu defina um nome, viajarão comingo o meu irmão, em outras Albert Molina, meu empresário, e também Rafa, meu fisioterapeuta”, disse o tenista ao jornal MARCA.

Ferrer lamentou a queda da Espanha para a segunda divisão da Copa Davis com derrota para o Brasil por 3 a 1 em São Paulo.

“A segunda divisão não é nosso lugar pelo nível de nossos jogadores e esperamos em breve recuperar o nosso espaço, porque a Espanha ainda é uma força no tênis, independentemente deste resultado”, disse o atual quinto do ranking.

"Wstou 32 anos, pretendo jogar o ATP Finals em Londres e ir ao Brasil, onde deveria mudar de superfície, não me beneficia porque a gira asiática é em quadras mais rápidas. Pretendo voltar, mas não sei quando. Meu problema é claramente calendário. Já joguei muitos anos seguidos a Copa Davis, fiz muito para o meu país, porque é uma competição que eu amo, eu ganhei três vezes, mas a minha carreira continua”.

“Eu nunca fui bancado pela Federação. Sempre disputei a Davis porque eu gosto de jogar com minha equipe. A Davis é influenciada por muitos fatores: superfície, pressão que todos se sentem para defender seu país, o público se você jogar fora de casa. Lembro-me de que nas primeiras vezes eu perdia alguns dos meus jogos. Bautista jogou apenas duas vezes, na Alemanha e no Brasil, enquanto Andujar estreava”.
banner
banner