X

Por lesão, Djokovic tira descanso e não sabe quando volta

Sábado, 19 de abril 2014 às 15:17:45 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Novak Djokovic, número dois do mundo, declarou, após a queda para Roger Federer por 7/5 6/2 nas semifinais do Masters 1000 de Monte Carlo, que vai tirar um descanso para melhorar da lesão no punho que vem sofrendo nos últimos dez dias. Ele disse não precisar de cirurgia.

"Agora só vou descansa. Não posso jogar tênis por um tempo. Por quanto tempo, não sei. Não está em minhas mãos mais. Vou descansar para curar 100% e depois retorno", disse o tenista sem dar detalhes se joga ou não os Masters de Madri e Roma, em maio.

"A boa notícia é que não precisarei de cirurgia. Não tenho nenhuma ruptura ou algo parecido. Vou visitar os médicos esta noite e amanhã terei um exame de ressonância magnética para ver se há alguma mudança dos exames que fiz há sete dias", continuou o sérvio que não sabe ao certo qual é sua lesão.

"Ouvi muita coisa nos últimos dez dias. Confiem em mim, é complicado".

O tenista de Belgrado destacou o que piorou seu punho neste sábado: "Partida mais longa, bolas pesadas, isso não ajudou meu braço. Desde ontem está como agora", afirmou Djokovic que ontem sofreu para virar em mais de duas horas contra Guillermo Garcia-Lopez.

Djokovic sentiu o problema no início do segundo set contra Federer e explicou o porque preferiu ficar em quadra ao invés de se retirar: "A dor é diária há dez dias. Em algumas ocasiões a dor é forte. Não queria desistir pois iriam começar a falar coisas diferentes sobre meus abandonos. Essa foi a razão".

O tenista adicionou que o problema deve ter chegado após treinar muito duro no saibro chegando dos torneios no piso duro: "Aconteceu em dois dias. Treinei muito, é óbvio. Mas talvez eu tenha começado muito forte. A transição do piso duro, pro saibro, bolas diferentes, talvez tenha contado".
banner
banner