X

Pré-quali do II Chesf Open começa nesta quarta

Terça, 09 de maio 2006 às 20:41:01 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Começa hoje (10) o Pré-Qualifying do II Chesf Open Internacional de Tênis, principal torneio future a ser realizado no Brasil em 2006. O Pré-Quali será disputado por 47 atletas nacionais e garantirá ao campeão uma vaga na chave principal do torneio. O segundo colocado poderá disputar o Qualifying. O II Chesf Open acontece no Squash Tennis Center, no Recife, e irá se estender até o dia 21 de abril.

A competição foi aberta a qualquer tenista, mesmo os que não possuíam pontos no ranking da ATP. Foi fechada uma chave de 64 competidores, mas, como existem apenas 47 inscritos, alguns atletas já estão automaticamente classificados para a segunda etapa, como os cabeças de chave. São eles: Rafael Garcia, Bruno Hertwig, Victor Maynardi, Lucas Pereira, Pier Pieracciani, Roberto Cabrini, Ranieri Denadai, Victor Melo, Cledson Carvalho Júnior, José Roberto Peralta, Paulo Souza Filho, Pedro Cação, Gabriel Franco, Renato Silveira Júnior, Gabriel Ries e Lucas Machado. Os critérios utilizados para definir os cabeças de chave foram melhor pontuação no ranking da ATP e no ranking nacional da CBT. Está ainda garantido na segunda etapa o carioca Fabiano Silva, ex-boleiro e morador da Rocinha, no Rio de Janeiro.

Já está certa também a presença de pelo menos três pernambucanos na segunda fase da competição, através do enfrentamento na primeira rodada. As disputas vão ocorrer entre Gabriel Roma e Hélio Silva, Rafael Madruga e Edson Silva, além de Jaime Viana e Bruno Torban. Jogam ainda sob a bandeira do Estado Johny Silva, Vitor Alves, Yves Sustrunk, Edilson Sales, Djair Gomes, Genilson Lima e Antônio Santos.

A forma de disputa será melhor de três sets e o terceiro set, um super tie-break de 10 pontos. Os jogos começam a partir das 9h e a decisão do Pré-Qualifying está marcada para sexta, por volta das 12h.

O II Chesf Open Internacional de Tênis é o primeiro dos seis torneios da série future a serem disputados no Brasil este ano. É também o único a oferecer premiação total de US$ 15 mil e 18 pontos no ranking da ATP para o campeão. O vice-campeão do torneio receberá 12 pontos, mesma quantidade oferecida ao vencedor dos outros futures brasileiros, cuja premiação é de até US$ 10 mil.

Fonte: Marcio Markman
banner
banner