X

Koellerer apronta de novo e é desclassificado de challenger na Itália

Quarta, 28 de julho 2010 às 15:31:18 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O austríaco Daniel Koellerer, conhecido no circuito como 'Crazy Dani' por ser um jogador temperamental e que comumente se mete em confusão, foi desclassificado essa semana de um torneio challenger na Itália depois de xingar o juiz e provocar seu adversário.

O torneio em questão é o Challenger de Cordenons, que é disputado no saibro e distribui 85 mil euros em premiação (mais hospedagem). Koellerer não tinha se inscrito na competição, mas ganhou um wildcard (convite) para jogar.

Tudo começou quando o adversário do austríaco na primeira rodada, o holandês Robin Haase, liderava a partida por 6/1 3/2 e saque no segundo set depois de ter acabado de quebrar o saque do rival. Foi aí que Koellerer, depois de perder um certo ponto, quebrou a raquete e começou a perder a cabeça. O juiz deu uma advertência no tenista, que ficou bravo com a decisão, pegou a raquete quebrada e começou a batê-la no chão, destroçando-a ainda mais.

Desse momento em diante, Koellerer passou a xingar a tudo a e a todos. Primeiro chamou o juiz de cadeira de ‘porco’, depois disse que o juiz de linha era ‘cego’, e quando era vaiado pelo público insultava os torcedores.

Haase, pode sua vez, tentava seguir no jogo. Depois de perder o saque, ele voltou a quebrar Koellerer e chegou ao duplo match-point quando tinha 6/1 5/4 e sacava com 40/15 no game. O jogo parecia acabado, mas o austríaco voltou a perturbar o adversário e o atrapalhou na hora de fechar. Primeiro o holandês errou um voleio fácil, depois cometeu duas dupla-faltas e na sequência devolveu o rival à partida após mandar um forehand na rede. A cada ponto que o rival errava, Koellerer vibrava de maneiro exagerada.

O set então seguiu, foi ao tie-break e Koellerer empatou o jogo marcando 7/6 (7/3) no segundo set. Agora então o austríaco ia sossegar? Que nada! Ele resolveu ir ao banheiro no intervalo para o terceiro set e estava demorando muito para voltar à quadra. Depois de muita reclamação da torcida, o juiz de cadeira foi ao vestiário buscar o tenista, que se recusava a voltar, e por isso tomou sua segunda advertência.

E quando finalmente retornou à quadra para iniciar o terceiro set, Koellerer discutiu de novo com o árbitro, pulou em cima dele, tomou sua terceira advertência e finalmente foi desclassificado.

Esse é apenas mais um episódio polêmico na vida do jogador de 27 anos. Recentemente, ele chamou o brasileiro Júlio Silva de ‘macaco’ e disse para ele ‘voltar para a selva’, além de ficar imitando um chimpanzé durante a partida contra o jundiaiense. Ainda esse ano, durante um torneio interclubes na Áustria, ele se desentendeu com o compatriota Stefan Koubek, que agarrou-o pelo pescoço depois de uma discussão.

Há alguns anos, durante uma etapa da Copa Petrobrás, o gaúcho naturalizado alemão Tomas Behend liderou um abaixo-assinado para banir Daniel Koellerer do circuito.
banner
banner