X

Federer desperdiça match-point e é eliminado por Berdych em Miami

Quarta, 31 de março 2010 às 01:25:12 AMT

Link Curto:

Federer - Miami 10 III
Leia Mais:
Federer diz que infecção pulmonar o afetou
Berdych: 'Bater o número 1 é algo enorme'
Blog - Federer e Nadal ruins. Bellucci inconsistente

Roger Federer está fora do Masters 1000 de Miami. O número 1 do mundo não teve uma boa atuação, cometeu 61 erros não-forçados e caiu diante do tcheco Tomas Berdych, 20o. do ranking, nas oitavas de final.

Federer perdeu uma batalha de 2h51min, que terminou no início da madrugada desta quarta-feira no horário americano, com parciais de 6/4 6/7 (7/3) 7/6 (8/6).

O tcheco repete a surpresa que protagonizou no primeiro encontro entre os dois nos Jogos Olímpicos de Atenas (Grécia) que até então havia sido a única vitória dele sobre o suíço em nove partidas.

O líder da ATP, por sua vez, perde seu segundo jogo seguido onde teve match-point (em Indian Wells perdeu três contra Marcos Baghdatis na terceira rodada) e termina os dois torneios americanos Masters 1000 com apenas três vitórias. Roger defendia 360 pontos pela semifinal e soma apenas 90. Mesmo assim não sofrerá com o ranking já que Novak Djokovic, segundo colocado e que defendia a final, perdeu na estreia.

Berdych vai às quartas de final e encara o espanhol Fernando Verdasco, 12o. do ranking, que fez 6/4 7/6 (7/3) diante do croata Marin Cilic, nono colocado.

O campeão do Aberto da Austrália só deve reaparecer em ação no final de abril no Masters 1000 de Roma (Itália) já que não está inscrito no Masters 1000 de monte Carlo que começa em meados do mês que vem.

O jogo

Federer largou bem a partida conseguindo uma quebra e abrindo 2/0 dando pinta de que iria passear em quadra. Mas o suíço só jogou até o quinto game. A partir do sexto o que se viu foi uma sucessão de erros não-forçados que começaram ao ter o saque quebrado. Ele serviu bem, deslocou o rival e com uma bola muito fácil cometeu erro. No décimo game foram três equívocos e uma dupla-falta para perder a parcial por 6/4 em 34 minutos com 23 erros contra 5 do oponente.

Na segunda etapa Federer melhorou um pouco, diminuiu os erros (19 contra 25 do tcheco) e foi mantendo seu saque sem dificuldades sempre dando trabalho ao oponente. O suíço chegou a ter sete breaks ao longo da parcial, mas não aproveitou nenhum, quase sempre com boas jogadas de Tomas. O duelo foi ao tie-break e Berdych jogou com muita pressa, cometeu três erros bobos e o suíço abriu 6 a 3 concluindo por 7/6 (7/3) após grudar na rede. Federer vibrou muito ao vencer o set que durou 1h15min.

Na terceira parcial, Berdych conseguiu uma quebra no terceiro game com potente golpe de forehand. O tenista do leste europeu foi mantendo a vantagem, diante de um Federer que voltou a cometer equívocos, até o oitavo game quando desandou a errar e cedeu a virada. Federer teve algumas chances com um 0/30 no décimo game e um 15/30 no 12o., mas não obteve ponto pra quebra. A decisão foi ao tie-break emocionante. Berdych liderou praticamente o tempo inteiro e sacou com 5 a 4, mas Federer deu uma linda deixada levando o tcheco ao solo e em seguida Tomas errou por milímetros. Com o match-point e o saque na mão, o natural da Basileia não encaixou o primeiro serviço, levou uma pancada na devolução e winner de direita do corajoso adversário que partiu pra cima nos pontos seguintes e viu Federer errar forehand para comemorar a vitória: 7/6 (8/6).
banner
banner