X

Especial - Nadal lidera Espanha x Alemanha. EUA e França trocam farpas

Quarta, 09 de abril 2008 às 07:00:00 AMT

Link Curto:

Nadal - Dubai 08 II

Por Fabrizio Gallas

Depois de 19 meses sem participar de um confronto de Copa Davis, Rafael Nadal voltará à ativa neste final de semana em duelo contra a Alemanha for a de casa no piso rápido Rebound Ace (semelhante ao Australian Open até 2007) da cidade de Bremen.

O número dois do mundo será a principal atração do final de semana recheado de jogos pela maior competição de nações no tênis. Nadal, que não atua desde a vitória sobre a Itália nos playoffs de setembro em 2006 (foi convocado contra a Suíça em fevereiro passado mas não jogou por lesão), usará de seu bom retrospecto em simples (7 vitórias e uma derrota) como alicerce para comandar o time espanhol em busca de uma vaga na semifinal contra Estados Unidos ou França.

Vice-campeão em Miami, Rafa será o número 1 da Espanha e deve ter a companhia de David Ferrer, quinto colocado, que ainda não faz boa temporada. A opção para duplas fica com os canhotos Fernando Verdasco e Feliciano Lopez que estiveram nos últimos três encontros na derrota para Estados Unidos (1-4), vitória contra a Suíça (3-2) e triunfo diante do Peru (5-0) em fevereiro. O capitão do time é Emilio Sanchez-Vicario.

Do outro lado, o time alemão terá a prerrogativa de jogar ao lado da torcida que deve lotar os 9,4 mil lugares do AWD Dome. Mas eles terão o grande desfalque de Tommy Haas, atual número dois do país e 35º do mundo. Assim, a liderança fica com Phillip Kohlschreiber que também ficou à frente do time no duelo contra a Coréia do Sul vencido por 4 a 1 pelos alemães há dois meses.

O número 27 do ranking terá a companhia de Nicolas Kiefer para simples, enista que já foi quarto colocado e hoje tenta voltar a boa forma na 48ª colocação. Os dois outros integrantes serão Phillip Petzschner, favorito para jogar duplas, e Michael Berrer. Patrick Kuhnen é o comandante da equipe.

Alemanha e Espanha jogaram 13 vezes e os donos da casa levaram a melhor em nove oportunidades. O detalhe é que nunca os dois países jogaram em piso rápido. Os espanhóis querem repetir o último resultado quando venceram em 1997 no saibro de Mallorca na primeira fase do Grupo Mundial

EUA x França – O 'bicho' pega antes mesmo da bolinha quicar

Os Estados Unidos chegam em 2008 como favoritos para a conquista do bicampeonato após conquistarem o torneio no ano passado sobre a Rússia. No primeiro duelo nessa temporada vitória sobre a Áustria por 4 a 1 no saibro de Viena e confiança elevada sobre um time homogêneo que vem se repetindo nos últimos anos formado por Andy Roddick (6º) e James Blake (8º) nas simples e os irmãos Bob e Mike Bryan, a melhor dupla do mundo, capitaneados por Patrick McEnroe.

Os franceses chegam com o melhor grupo para a disputa liderados por Richard Gasquet, 10º colocado, e Jo Wilfried Tsonga, 13º e vice-campeão do Aberto da Austrália. Os dois outros são Michael Llodra e Paul-Henri Mathieu. Mas o capitão Guy Forget terá como 5ª opção Arnauld Clement que pode entrar na equipe até o sorteio de quinta-feira. Clement é um trunfo para Forget já que forma uma grande parceria ao lado de Llodra – os dois venceram Wimbledon no ano passado.

O duelo será disputado na quadra rápida de Winston Salem no ginásio coberto de Lawrence Joel Veterans Memorial Coliseum com capacidade para 14,5 mil pessoas, mesmo lugar onde os americanos bateram a Espanha por 4 a 1 em abril do ano passado.

Há algumas semanas, Roddick e Tsonga deram declarações ironizando os adversários que servirão apenas para botar lenha na fogueira e apimentar o confronto que promete ser equilibrado. O duelo será também um tira-teima. EUA e França estão empatados em 7 a 7 nos confrontos gerais com último triunfo para os franceses na semifinal de 2002 disputada em Roland Garros.

EUA e França decidiram a Davis duas vezes nos últimos 26 anos com uma vitória para cada (EUA levou a melhor em 1982 na França e França venceu em 1991 em Lyon).
banner
banner