X

Kyrgios e Kokkinakis alcançam a final do Australian Open: 'Surreal'

Quinta, 27 de janeiro 2022 às 10:54:52 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A final do Australian Open será totalmente da casa nas duplas do masculino. Nick Kyrgios e Thanasi Kokkinakis vão enfrentar Max Purcell e Mathew Ebden no próximo sábado. E para Kyrgios e Kokkinakis o resultado é surreal.



Eles derrotaram a dupla cabeça de chave 3 formada pelo espanhol Marcel Granollers e o argentino Horacio Zeballos com parciais de 7/6 (7/4) 6/4. 

“É ótimo chegar aqui, estou animado, ansioso para voltar à quadra e ter a chance de jogar na frente da torcida. Ganhar ou perder será uma experiência divertida. Esta semana foi uma loucura, sinto que toda vez que entro em quadra é como se fosse meu último dia. Claro, não esperávamos ganhar tantos jogos, então espero que continuemos tirando o coelho da cartola”, disse Kyrgios que se irritou com pergunta sobre a preferência do público.

“Temos quatro australianos na final, podemos parar de dividir o público sobre se eles vão apoiar um ou outro? Acho incrível que tenhamos quatro australianos na final, Ashleigh também está nas semifinais e Dylan Alcott está lutando por mais um Australian Open. É incrível, então não me faça esse tipo de pergunta porque eu prefiro me levantar e ir embora."

“Acho que esse esporte nunca foi tão falado antes. Do ponto de vista do Aberto da Austrália, precisamos de mais atenção, mais espectadores, meu objetivo é atrair novos fãs que queiram acompanhar nosso esporte e se apaixonar pelo tênis. Se eles ligarem a TV e virem Thanasi e eu jogando em duplas e gostarem, provavelmente vão gostar também da próxima vez. É disso que se trata, é assim que um esporte consegue sobreviver."

“Nenhum de nós é o capitão da dupla, nós dois nos apoiamos em determinados momentos. Não importa se Thanasi está servindo ou retornando, tenho total confiança em suas habilidades, ele venceu alguns dos melhores do mundo, sei do que ele é capaz, já o vi muitas vezes. Quando um de nós fica nervoso ou enlouquece um pouco, o outro aparece para apoiá-lo. Se pareço deprimido ou abatido, sei que ele tentará me acalmar, o que às vezes é muito difícil (risos)."

Kokkinakis disse: “É tudo um pouco surreal, honestamente. Não esperávamos isso quando entramos na chave, jogamos sempre para nos divertir, isso era o mais importante, então cada vitória foi como um bônus. Fui levando jogo a jogo, absorvendo a atmosfera e o calor das pessoas. Agora estamos na final e é incrível, além disso, com um companheiro de equipe como o Nick, não poderia pedir mais nada”.

“Não estamos tentando desrespeitar nossos adversários, estamos apenas tentando fazer a torcida ir, criar uma certa atmosfera. Às vezes os rivais levam para o lado pessoal, foi o que aconteceu outro dia com os croatas, os cabeças de chave. Agora Michael Venus também se ofendeu, mas não temos nada contra eles. Queremos apenas emocionar os fãs que vêm nos ver, se você perguntar ao Horacio e Marcel tenho certeza que eles vão te dizer que esse foi um dos jogos mais divertidos que eles já jogaram”.

“Max e Matthew jogam muito mais duplas do que nós, isso é óbvio. Acho que eles jogam toda semana, talvez joguemos dois ou três eventos por ano. Nós definitivamente nos concentramos mais em simples, mas quando jogamos juntos sabemos que reunimos muita energia. Será um jogo difícil, como sempre foi. Não sei se somos favoritos ou não, acho que não, mas se jogarmos como temos feito e nos apoiarmos na torcida sei que podemos fazer bem”.

“A nossa amizade nasceu um pouco por acaso, éramos muito jovens, ganhámos alguns torneios nacionais. Em Canberra, jogando um torneio infantil, eu o conheci pela primeira vez, lembro dele usando as roupas de Jordan, também adorava a NBA. Éramos os melhores da nossa idade, viajando por muitas semanas juntos representando a Austrália desde muito jovens. Lá costumávamos jogar videogame até as 3 da manhã. Somos diferentes, mas também semelhantes de certa forma. Nós nos damos bem, é isso que explica tudo."

banner
banner