X

Ferrero compara estilo de Alcaraz com Federer e Djokovic

Domingo, 29 de março 2020 às 19:41:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Juan Carlos Ferrero, ex-número 1 do mundo e treinador do jovem talento Carlos Alcaraz, de 16 anos, comentou que o tenista tem um estilo parecido com o de Novak Djokovic e Roger Federer 



"Ele gosta de ser agressivo o tempo inteiro.  Gosta de jogar perto da linha de base. Ele não é o típico jogador de saibro. Ele curte os pisos duros e ama jogar na grama. Ele jogou ano passado pela primeira vez na grama e adorou. Ele ama finalizar os pontos na rede", disse Ferrero.

"Quando o encontrei pela primeira vez eu quase tinha a certeza que seu melhor nível era no saibro, mas acho que agora está melhorando tanto no piso duro e acho que pode ir bem no piso duro, o que é muito bom. Estájogando muito agressivo da linha de base e precisa melhorar um pouco o saque. Mas para quem tem 16 anos, saca muito bem.

Se eu tiver que dizer e comparar com alguém, é o jogo de Novak Djokovic ou talvez do Roger Federer. Eles gostam de serem agressivos da linha de base e podem finalizar o ponto na rede".

Ferrero comentou sobre a campanha do pupilo que brilhou no Rio Open vencendo o experiente top 50, Albert Ramos, na estreia e perdendo duro nas oitavas: "Albert tem 32 e ele 16, óbvio que o mais importante foi que melhorou muito na parte física. Ele pode jogar partidas de três, quatro horas contra caras mais velhos."

Juan Carlos disse que Alcaraz está acostumado com o fator de ser dito como o futuro Rafael Nadal: "Normalmente ele escuta que será o próximo Rafael Nadal,claro, será difícil para ele manter as coisas de forma natural e ficar calmo e me dizer 'Porque as pessoas falam isso para mim ?' Mas ele está um pouco acostumado porque a maioria na Espanha vem a ele muitas vezesedizem. Finalmente ele está acostumado e deixa de lado,fica na dele e sempre trabalha duro para fazer sua própria carreira".

"A comparação vai surgir porque aqui na Espanha faz tempo que não temos ninguém de 16 ou 17 anos com esse nível. Mas o time que está com ele temos que manter o círculo e ajudá-lo a deixar a pressão de lado e mantê-lo calmo, manter as coisas normais".

 

banner
banner