X

Treinador italiano relata preconceito no circuito em meio a surto da Covid-19

Sábado, 21 de março 2020 às 17:54:21 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em entrevista ao site do canal de TV SuperTennis, o treinador Simone Tartarini falou da discriminação sofrida por ele e seu pupilo Lorenzo Musetti enquanto competiam na África do Sul e o mundo viu disparar o número de contaminados com a COVID-19.



Treinador e pupilo estavam em Johanesburgo, na África do Sul, e iniciou a conversa como sobre era estar no mundo ciente de tudo que ocorria na Itália: "Lorenzo é muito focado no seu tênis, mas as notícias que recebíamos da Itália eram muito ruins. A contaminação á estava grande nós, os italianos, somos considerados como uma peste, tudo influenciado por isso. A gente era verificado primeiro do que um cidadão sul-africano que chegava de viagem da Itália", declarou o  treinador que assegurou que a todas as precauções para evitar o contágio.

"O futuro é muito incerto, estamos em um momento de cancelamento e se volta e ou não. Seguramente não teremos nada na Itália. Se voltarmos encontraremos muitas restrições de treinamento e de saída. Minha academia está fechada, estamos diante de muitos problemas e Lorenzo sente essas coisas. Depois daquele torneio [challenger 50 na África do Sul, que acabou cancelado]iríamos à [academia de] Mouratoglou. A situação está tranquila, por agora, mas há muitas incertezas".

banner
banner