X

Lopez minimiza impacto de cancelamento do Masters de Madri

Quinta, 19 de março 2020 às 16:19:30 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Diretor do Masters 1000 de Madri, o espanhol Feliciano Lopez minimizou o impacto que o cancelamento do torneio terá em suas edições futuras, em razão da suspensão de toda a temporada de saibro por parte da ATP e WTA.



“Infelizmente não teremos margem para disputar o torneio neste ano. É um cancelamento inevitável e já estamos trabalhando de olho na edição de 2021. No próximo ano celebraremos o vigésimo aniversário do torneio e esperamos que seja uma festa do tênis”.

Apesar das perdas econômicas com não realização da edição 2020, Lopez garante que o evento sobrevive. “Não há risco que o torneio desapareça, já que tivemos a sorte de nossos patrocinadores terem entendido perfeitamente a situação que o tênis está atravessando. Ninguém quer se colocar em risco nem que seu nome esteja vinculado à disputa de um evento onde há um risco algo que se produzam muitos contágios. Eles estão contentes com a decisão que tomamos”.

Extraordinariamente, nesta temporada poderemos ter o US Open e Roland Garros disputados em um curtíssimo período de tempo. “Não é o ideal, mas nós tenistas já passamos por coisas piores. Já estivemos em situações de jogar um torneio de saibro e na semana seguinte uma eliminatória da Copa Davis na grama. Nós temos que nos adaptar às diferentes superfícies em um espaço de tempo de uma semana e com horários totalmente diferentes. A situação é a que é e quando voltarmos a jogar, será algo muito atípico. Teremos que nos adaptar ao que vier, mas óbvio que não é o ideal jogar dois Grand Slams seguidos e em superfícies diferentes. No entanto, precisamos lembrar que isso ocorre com Roland Garros em Wimbledon. Hoje estão mais separados, mas há cinco anos eram muito mais próximos”, refletiu.

banner
banner