X

“Sem idealismo, o esporte gira em torno do dinheiro”, diz Koch

Domingo, 03 de junho 2007 às 13:30:16 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Thomaz Koch, maior medalhista brasileiro em Pan-americanos fala sobre a competição no Rio de Janeiro e lembra dos bons tempos. Campeão de simples e duplas em Winnipeg, 1967 e prata em duplas mistas e bronze em duplas masculinas em 1963 em São Paulo, exibiu as medalhas conquistadas durante a disputa do Citibank Masters Tour, que terminou neste domingo, no Rio de Janeiro.

Koch ainda foi campeão como capitão das equipes de tênis em Indianápolis(1987) e Havana(1991). Para ele, a principal diferença entre os velhos tempos e hoje, é o dinheiro.

“ Os tempos de romantismo e idealismo no esporte acabaram. Hoje, tudo gira em torno do dinheiro. Antes, jogávamos por amor ao esporte e essas competições tinham um sentido maior de patriotismo. Agora, todo mundo está mais interessado no dinheiro que o esporte pode gerar. Essa foi a evolução do esporte ”, falou o campeão.

Quadro de medalhas:

Thomaz Koch
Ouro simples masculino
Bronze duplas masculina
Thomaz Koch/Iarte Adam
Prata Duplas mista
Maria Esther Bueno(SP) e Thomaz Koch(RS)
Ouro duplas masculino
Edson Mandarino(RS) e Thomaz Koch (RS)

Marcelo Saliola- Havana 1991
Bronze simples masculino
Ouro equipe masculino
Nelson Aerts(RS), Marcelo Saliola(SP) e William Kyriakos Jr(SP)

Nelson Aerts
Ouro equipe masculino
Nelson Aerts(RS), Marcelo Saliola(SP) e William Kyriakos Jr(SP)

João Soares
Bronze duplas masculino
João Américo Soares Jr e João Schimdt Filho

Fonte: Try Sports Press
banner
banner