X

Knowles revela como foi tomada a decisão de suspender o circuito

Sábado, 14 de março 2020 às 09:19:22 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O ex-tenista e atual membro do conselho diretivo da ATP, Mark Knowles, concedeu entrevista ao canal norte-americano Tennis Channel onde detalhou como foi o "desafiante" momento de definir que o circuito masculino ficaria paralisado em razão do corovavírus.



"Obviamente tem sido desafiante, as coisas mudaram, apenas para o tênis, mas mundialmente nos últimos 5 dias. Foram um monte de reuniões por ligação, tentando manter todo mundo ciente. Somos um esporte muito internacional, então, quando você pensa que tudo que fizemos, no conselho de cada nível de torneios, direção da ATP e conselho dos jogadores, são pessoas de todas as partes do mundo. Tentamos manter todo mundo junto e tomar uma decisão única, em conjunto, e final", iniciou explicando.

O ex-tenista que fez sucesso no circuito de duplas ainda recordou que são muitas "as camadas" até que uma decisão seja tomada. "Quando você acha que conseguiu contornar a situação, há toda uma situação, que é tipo a premiação, o compromisso dos jogadores, mídia e assim vai. Há muitos fatores nisso. A verdade é que levou tempo, nós sabíamos do que estávamos adiante. A ATP tinha plena consciência do que enfrentaria e tentamos fazer as coisas da melhor forma possível", completou.

Questionado sobre as dificuldades de gerenciar jogadores, torneios e mesmo o público, num esporte que é "internacional e individual", Knowles comentou: "Nós somos feitos de torneios e jogadores e por isso nos certificamos de ouvir todos os torneio. O Conselho dos torneios de cada nível foi ouvir as organizações fazendo um ótimo trabalho. O Conselho dos Jogadores fez seu trabalho ouvindo os atletas. A comunicação foi ótima", contou e seguiu: "Nós tentamos chegar a um denominador comum, fazendo o melhor que podíamos, como você disse somos um esporte individual e internacional, e como ex-jogador sabemos que cada um tem sua agenda, então tentamos agrupar todos como foi possível", finalizou.

Confira:

banner
banner