X

Court volta a causar polêmica em declarações homofóbicas

Segunda, 30 de dezembro 2019 às 10:35:58 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Maior vencedora de títulos de Grand Slam em toda a história, a australiana Margaret Court, que também dá nome à segunda principal quadra do Australian Open, segue causando polêmica com suas declarações controversas.



Após ter disparado diversas críticas à tenistas homossexuais australianas em 2018, Court viu uma mobilização de diversos tenistas pedindo a remoção de seu nome da quadra do complexo do Australian Open

Posteriormente, a ex-atleta conseguiu que seus feitos fossem homenageados durante a edição 2020 do Slam australiano. No entanto, a menos de três semanas do evento, seu posicionamento contra os homossexuais no circuito profissional voltaram a ecoar pela imprensa especializada. 

“Ninguém deveria poder mudar seu sexo porque Deus não quis assim. Se permitimos ainda que essas pessoas compitam nos esportes profissionais, isso gerará um grande prejuízo para a sociedade. Fico triste quando esses jovens tomam hormônios e decidem mudar de sexo sem refletir o suficiente”, disse a ex-tenista e atual pastora em conversa com o site italiano ‘UbiTennis’. 

“É vergonhoso como tratam minha opinião, que não é só minha, mas sim a palavra de Deus. Todos que se lançam contra minha forma de ver o mundo odeiam a Deus. Desgraçadamente o diabo se faz presente na imprensa, na política, na educação e na televisão, pretendendo controlar todo o país e impor sua forma de ver o mundo. Ele quer controlar a todos, e quando uma voz dissonante se ergue, como a minha, tratam de me desprestigiar”, bradou. 

banner
banner