X

Federer acaba com invencibilidade de Nadal e fatura o tetra em Hamburgo

Domingo, 20 de maio 2007 às 11:30:00 AMT

Link Curto:

Federer - Hamburgo 07 Campeao
Ufa! Aleluia! Assim deve ter gritado Roger Federer no final da partida deste domingo. Pela primeira vez ele consegue derrotar o espanhol Rafael Nadal no piso de saibro e de quebra acaba com a série invicta do espanhol que durou 81 jogos desde abril de 2005. Ele começou mal, mas virou a partida jogando seu melhor tênis no saibro com 2/6 6/2 6/0. O suíço arrebata o tetracampeonato do Masters Series de Hamburgo.

Leia Mais:
Federer: "É um acontecimento! Me sinto bem para Roland Garros"
Match-Point - Eu avisei! Federer e Nadal favoritos em Roland Garros
"Se tivesse que perder seria para o Federer", disse Nadal
Campanha do título de Federer - Início aos trancos e barrancos. Desfecho perfeito

Promoção:
Quer ganhar uma camisa de Guga ? Clique Aqui, responda pergunta, cadastre-se e Concorra!

Este foi o 11o. jogo entre os dois e a 4a. vitória do tenista da Basiléia que venceu seu primeiro jogo no piso de saibro após seis disputas contra o espanhol. Os ares de Hamburgo são bons para o suíço que venceu alí em 2002, 2004, 2005 e agora 2007, se tornando o maior vencedor do torneio alemão. Ele impede que Nadal consiga pela primeira vez na história a "tríplice coroa" que seriam os títulos dos três Masters Series no piso lento - Nadal venceu em Roma e monte Carlo.

Roger fatura o 13o. título de Masters Series na carreira, seu primeiro na temporada e 3o. troféu na temporada em que vinha em "má fase". A conquista vem justamente na semana em que rompeu com seu então técnico, o australiano Tony Roche.

O jogo

Foi surpreendente como Federer esteve mal no primeiro set. Bem certo que ele não esteve bem durante o torneio, mas nem contra Nadal elevou o nível de seu jogo. Muitos erros na direita, ao todo 16, e em só um game não foi ameaçado. Nadal abriu 3/1 e depois conseguiu mais uma quebra para fazer 5/1 e fechar em 6/2. Federer perdeu duas chances com erros.

A mudança nos sets seguintes foi evidente. O suíço aumentou o percentual de primeiro saque, errou menos, foi mais paciente e foi pra cima dominando com a direita. Federer teve mais paciência nas trocas do fundo e não se afobou. Por isso ele quebrou logo no terceiro game e voltou a quebrar no último após longo game de 12 minutos.

O terceiro set foi perfeito. O suíço chegou a salvar um break no primeiro game e depois passeou. Errou muito pouco e deslocou um espanhol aparentemente cansado mentalmente em quadra. Foram três quebras e título com sobras.
banner
banner