X

Zampieri elimina atual campeão Ricardo Mello em Florianópolis

Terça, 24 de abril 2007 às 13:06:10 AMT

Link Curto:

Caio Zampieri - Florianópolis
Caio Zampieri (Head/Kirschbaum), 377º do ranking, conquistou uma vitória muito importante nesta terça-feira. O paulista passou por ricardo Mello, 150º do mundo, ex-50º colocado e atual campeão do Aberto Santa Catarina de Tênis, disputado sobre quadras de saibro no Costão do Santinho, em Florianópolis.

Leia Mais:
Thiago Alves sente lesão, abandona e sairá do Top 130

Caio fazia uma boa partida e vencia 6/2 3/1 quando Mello abandonou: "Ele estava com uma virose na semana passada e eu senti ele um pouco de cansaço em quadra. Tentei movimentar bastante ele e joguei muito, não dei chances, fui bem com minha direita", disse o jovem de 20 anos.

O tenista de Mogi Guaçu, que treina na Academia Tênis & Cia. em Santo André, agora enfrenta nas oitavas de final o gaúcho Lucas Engel, 312º, que passou pelo convidado da organização Thales Turini na estréia. Os dois já atuaram quatro vezes, mas apenas uma vez valendo por eventos profissionais contando pontos no ranking. Engel levou a melhor em Campinas 2004: "Ao todo jogamos quatro vezes, ganhei a última, mas já faz tempo. Ele bate forte na bola e tem mais ou menos o mesmo estilo", completou Zampieri.

Mello, por sua vez, sentiu as conseqüências de uma virose recém-curada. "Meu físico tá muito ruim. Estou com as pernas tremendo, o coração bastante acelerado e achei melhor parar e cuidar do físico nos próximos dias, para não comprometer os outros torneios. São situações que a gente precisa aceitar. Queria estar bem, dar 100% para manter o título, mas estas coisas fogem ao controle da gente e precisamos aceitar", disse o atual campeão do torneio.

CATARINENSE BRUNO ROSA PERDE NA ESTRÉIA - O catarinense Bruno Rosa foi eliminado logo na estréia do Aberto de Tênis de Santa Catarina. Convidado pela organização para participar do torneio, Bruno venceu o primeiro set diante de André Miele, de Ribeirão Preto, por 7/5, mas perdeu os sets seguintes por 6/2 e 6/3. "Tive chances ali, no segundo set, mas deixei escapar a tática e tive que correr atrás. Num jogo longo como este é difícil manter a estabilidade. Alguém tem que vencer e hoje foi a vez dele", avaliou Bruno, 21 anos, que atualmente integra a equipe de tênis da universidade de Rice, em Houston, no Texas. André Miele, que entrou na chave principal do challenger catarinense após vencer três partidas no qualifying, saiu de quadra satisfeito com seu desempenho. "Foi um jogo duríssimo. Queria muito ganhar, mas não esperava conseguir. Com esta vitória aumenta a confiança, mas também a responsabilidade", disse Miele, 20 anos de idade.

O torneio na capital catarinense distribui US$ 50 mil em prêmios e oferece hospedagem aos jogadores.

banner
banner