X

Filhos de ex-profissionais disputam Unimed em Florianópolis

Quarta, 18 de abril 2007 às 18:33:13 AMT

Link Curto:

Tênis Juvenil
A rodada de abertura da chave principal da 3a etapa do Circuito Unimed, em Florianópolis apresentou uma boa amostra da nova geração de tenistas juvenis do País. Fãs de Federer, os garotos tem mais alguma coisa em comum: o sobrenome de ex-tenistas profissionais. Hocevar, Roese e Gentil. Filhos que tentam seguir a carreira dos pais, mas sem nenhuma pressão de levar o tênis como profissão.

“ Eu sempre disse para o Pedro que pode fazer o que quiser, o tênis não é uma obrigação”, falou Fernando Roese, que teve como melhor ranking a 92a posição da ATP em 1992. Ele e a irmã já me falaram que iriam parar de jogar, a irmã parou, mas o Pedro seguiu e eu não coloco nenhuma pressão”, explicou, destacando a semelhança do jogo do filho com o seu.” Eu nunca falei nada mas ele automaticamente tem um jogo agressivo, de saque e voleio. É natural e curioso, por que é uma característica muito parecida com a minha nos tempos de jogador”.

“ Eu vou decidir neste ano se quero me dedicar com seriedade ao tênis ou não”, disse o filho que atualmente disputa o primeiro ano da categoria 14. A mesma linha segue Marcos Hocevar, que prefere ver o filho Gabriel se divertindo nas competições. E o atleta que disputa a categoria 12 anos não se deixa impressionar pela tradição familiar. Além do pai e do tio Alexandre, agora tem o primo Ricardo no circuito profissional.

“ Acho legal quando me comparam com meu pai, tenho orgulho do que o nome Hocevar já conquistou, mas me divirto jogando e treino para conseguir resultados, mas só três vezes por semana”, contou Gabriel que nos outros dois dias estuda inglês e alemão.

Rafael Gentil é o mais novo da turma, tem apenas 11 anos, completados nesta quarta-feira e já sabe bem o que quer. O pai Ivan começou a jogar tênis em tempos difíceis em Florianópolis e gosta de contar para o filho como a vida está mais fácil hoje em dia.

“ Eu comecei pulando alambrado para jogar no Lira, ficava horas no paredão por que não tinha quadra para jogar. Hoje eu tenho uma academia e ele pode treinar todo dia. Acho que o melhor de tudo isso é que ele se diverte, tem os amigos no torneio e está dentro do esporte que é um ambiente saudável”, comentou Ivan que se mudou para o Rio de Janeiro onde é sócio de uma academia.

Na rodada de hoje, Rafael e Gabriel venceram, mas Pedro se despediu da competição. Depois de passar o qualifying, caiu diante do paranaense Lucas Guinski, por 6/0 e 6/0. Rafel derrotou o catarinense Bernardo Oliveira por 6/2 e 6/3, enquanto Gabriel marcou 6/2 e 6/0 em João Vitor Freitas(MG).

Nas demais partidas das categorias 12 e 14 anos, os principais favoritos venceram. Acompanhe os resultados da rodada desta quarta-feira até o momento.

A tenista Flavia Borges (Babolat/ Careca Sports Center) faz sua estréia na chave dos 18 anos da terceira etapa do Circuito Unimed de Tênis Infanto Juvenil nesta quinta-feira, em Florianópolis, contra a catarinense Aline Berkenbrock. Borges completou 16 anos nesta quarta e, ao invés de festejar, preferiu dar seqüência à rotina de treinos e se concentrar para a estréia no torneio.

“É estranho, mas como estou na véspera da estréia, acho melhor ficar treinando e deixar pra comemorar outro dia. O título deste torneio seria um ótimo presente de aniversário”, brincou a tenista, que disputa o Circuito Unimed em uma categoria acima da sua.

Borges e Berkenbrock já se enfrentaram no mesmo torneio em 2006 e a tenista de Campinas levou a melhor. “Acho que dessa vez ela vai jogar de forma diferente e certamente será uma adversária complicada”, disse.

A paulista aproveita o torneio como preparação para a disputa do Campeonato Sul-Americano, que se inicia no Peru, no próximo dia 30. Após o Circuito Unimed em Florianópolis, a equipe que defenderá o Brasil no Sul-Americano se reunirá para treinar e fazer os ajustes finais para a competição internacional, que vale vaga para o mundial da categoria.

12M

João Pedro Ávila d. Alexandre Ferla 62 76(6)
Gabriel Hocevar d. João Vitor Freitas 62 60
João Walendowisky d. Vitor Lauterjung 60 61
Fernando Meza d. Lucas Neis WO
Rafael Gentil d. Bernardo Oliveira 62 63

14M
Thiago Pinheiro d. Eron Theilacker 62 63
Pietro Jordão d. Felipe Frias 64 63
Lucas Guinski d. Pedro Roese 60 60
Thiago Vidal d. Raul Francisquiny 57 76(2) 61
Marcos Dias d. Larue Sell 63 64
Luciano Silva d. Bruno Marques 60 62
Vitor Pinheiro d. Eduardo Mascarenhas 64 63
João Sorgi d. Gustavo Quandt 60 63
Pedro Sakamoto d. Guilherme Martins 64 36 64
Mario Littieri d. Luis Felipe Pinto 61 63
Gustavo Castro d. Augusto Pereira 62 62
Oscar Gutierrez d. Igor Okamoto 75 60
Rodrigo Lobo Santos d. André Sgrott 63 61
Kaue Pereira d. Marcus Landerdahl 75 62
Guilherme Gesser d. Michel Haddad Jr 36 63 63
Bruno Sant’ Anna d. Gabriel Pereira 61 61

Fonte: Try Sports Press
banner
banner