X

Criando Talentos - Viagem à Croácia e Convocação para Davis

Terça, 03 de abril 2007 às 15:18:47 AMT

Link Curto:

Feijão e Miele

Por Rodrigo Laender, técnico do CT amil no Rio de Janeiro

Olá!

Escrevo novamente da Europa, dessa vez da Croácia para mais um resumo das minhas últimas semanas aqui acompanhando o João Olavo Souza (o Feijão) e o André Miele. Após a primeira semana em Portugal (Faro) sobre a qual escrevi da ultima vez, nos dirigimos para a cidade de Lagos.

Trata-se de um local bonito, perto do mar com um centro histórico muito legal. Como da ultima vez, André no qualy, João na chave. André passou mais uma vez o qualy e caiu na primeira rodada, perdendo para um canadense que vinha de vice-campeonato na semana anterior.

João fez um jogo equilibradíssimo contra o cabeça dois do torneio, perdendo 6/4 no terceiro, em um decidido nos detalhes. Após duas semanas de torneios em Portugal, foi possível avaliar uma boa qualidade de organização. Bons hotéis, transporte bem organizado para quadras de treinamento, tudo facilitado pela curta distância entre esses locais e entre as cidades.

Na semana seguinte, o grupo se separou. Enquanto André permaneceu jogando nas quadras duras de Portugal, João e eu embarcamos para três semanas na Croácia.

Ambos estávamos muito animados, já que se tratava de nossa primeira visita ao leste europeu e havíamos ouvido diversos elogios à beleza natural do país. E não era exagero, é realmente um lugar belíssimo, mar azul, montanhas, praias, vales, lagos e vegetação raríssima que pudemos observar já na viagem de ônibus de Zagreb para Porec, nosso primeiro destino.

As três primeiras semanas na Croácia seriam jogadas em três pequenas cidades na costa, que são tomadas por turistas no verão, mas que se encontravam vazias devido ao frio do inverno. Apesar da temperatura, os torneios seriam jogados em quadras de saibro descobertas. Por isso, em nossos treinamentos passamos a priorizar jogadas e movimentações características do jogo em terra. Mudavam agora a velocidade do piso e do jogo e também a característica dos adversários.

Enquanto que em Portugal encontramos predominantemente especialistas em quadra dura, de diversas nacionalidades, na Croácia a maioria dos tenistas era do leste europeu. Além desses, havia um bom número de italianos, que adoram jogar em saibro. Os jogadores do leste europeu mostram, principalmente na parte mental, algumas características interessantes. Agressivos, versáteis, imprevisíveis, extremamente emocionais (lembrando muito os latinos). Se estiverem liderando o placar jogam mais confiantes e motivados. Em compensação, não é raro vê–los em desespero, muitas vezes entregando jogos quando de encontram em desvantagem. Com exceção dos tchecos, não são nada frios e verbalizam suas emoções a todo momento. Outra característica é que a maioria sabe jogar em todo tipo de piso, já que no verão jogam em saibro e no inverno em quadras cobertas rapidíssimas. André juntou se a nós para as duas seguintes semanas e após três semanas por aqui, avaliamos que a estrutura dessas competições é excelente para o nível future. Clubes com fartura de quadras muito bem cuidadas, bons hotéis e comida, e bons preços em se tratando de Europa.

Na parte de quadra, a avaliação também foi positiva. Independente de bons ou maus resultados, a experiência aqui na Europa foi muito válida. O aprendizado e as lições serão valiosíssimos para a carreira deles. Foram forçados a lidar com inúmeras situações que contribuirão muito para seu amadurecimento. Entre elas estão jogar em outro país, com outra língua, adversários desconhecidos, frio, comida diferente, enfrentar o qualy de 128 (onde tinham que vencer quatro partidas para ter acesso à chave), chaves duríssimas, entre outras mais.

Para o João e o André, o resultado de sair do Brasil e se confrontar com jogadores de melhor nível, jogando fora da sua zona de conforto será fatalmente um crescimento que tornará nossos próximos desafios bem mais contornáveis.

Já no encerramento de nossa viagem , eu e João recebemos uma ótima noticia, sendo convidados para participar da semana de treinamentos do confronto contra o Canadá pela Copa Davis. Estarei escrevendo com maior freqüência durante essa semana, contando um pouco sobre o dia a dia em Florianópolis!

Um abraço

Rodrigo Laender

rlaender@hotmail.com
banner
banner