X

Retrospectiva - Novembro - Dimitrov campeão do Finals e França da Davis

Quinta, 28 de dezembro 2017 às 08:00:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Último mês de torneios do circuito, novembro trouxe grandes emoções no ATP World Tour e no NextGen Finals, além da grande final da Copa Davis, vencida pela França pela primeira vez desde 2001.



Longe de estar fazendo uma segunda metade de temporada satisfatória, Kristina Mladenovic anotou, em novembro, sua 11ª derrota consecutiva. Apesar do resultado, a francesa conseguiu se manter dentro do top 10.

Após lutar contra Pablo Cuevas e um duelo eletrizante de três sets, o espanhol Rafael Nadal reclamou pela primeira vez de seu joelho. No dia seguinte, já classificado para as quartas de final, Nadal acabou abandonando o torneio sob a alegação de que precisava preservar seu corpo pensando em sua carreira em longo prazo.

Ao atingir a semifinal no Masters 1000 de Paris, Marcelo Melo retornou à liderança do ranking de duplas da ATP. Dois dias depois, o brasileiro conquistou o título do torneio ao lado de Lukasz Kubot, superando Ivan Dodig e Marcel Granollers na grande final.

No masculino, Jack Sock superou outro estreante em finais, o sérvio Filip Krajinovic, e conquistou primeiro título de Masters 1000, garantindo de quebra sua primeira classificação para o ATP World Tour Finals.

Na semana seguinte à Paris, em Milão foi realizado o NextGen Finals, torneio que reuniu os oito melhores tenistas do mundo até 21 anos e serviu de laboratório de testes para as mudanças estudadas pela ATP para o ano de 2019. O torneio foi extremamente elogiado por todos os participantes.

Uma das revelações da temporada, Denis Shapovalov foi eliminado ainda na fase de grupos do NextGen Finals. Na grande final, o sul-coreano Hyon Chung surpreendeu ao superar o russo Andrey Rublev e sagrar-se campeão do torneio.

Já em Londres, Roger Federer foi premiado em três categorias na ATP, dentre elas ‘Favorito do Público’ e ‘Retorno do Ano’, prêmio que ele fez questão de dividir com Rafael Nadal em seu discurso de agradecimento.

Em sua primeira partida no ATP Finals, Marcelo Melo e Lukasz Kubot conquistaram, com a vitória, o título de dupla número 1 de 2017, além de garantir ao brasileiro a liderança do ranking até o fim da temporada.

No mesmo dia, Rafael Nadal salvou 4 match-points, mas não conseguiu evitar a derrota para David Goffin em sua partida de estreia. Em seguida, o espanhol optou por desistir do torneio, alegando problemas no joelho novamente.

Sem Nadal no grupo, Grigor Dimitrov surpreendeu o mundo do tênis ao garantir sua vaga na semifinal de forma invicta, sendo Goffin o segundo classificado do grupo.

Ainda durante o Finals, a ex-ministra do esporte da França, que anteriormente no ano acusou Nadal de doping, foi condenada a pagar 10 mil euros de indenização ao espanhol (cerca de R$ 35 mil).

Garantido na semifinal como primeiro colocado de seu grupo e com Jack Sock em segundo, o suíço Roger Federer declarou que não pretende mais lutar pelo número 1 do ranking, já que considera um risco na sua idade.

Na chave de duplas, Melo e Kubot foram superados por Soares e Murray na última partida da fase de grupos, o que garantiu duas duplas com brasileiros na semifinal do torneio.

Fazendo um dos melhores jogos de seu ano, David Goffin superou Roger Federer e garantiu a vaga inédita na decisão do ATP Finals. Na outra semifinal, Dimitrov precisou virar um jogo contra Jack Sock, fazendo também uma final inédita.

A grande corrida de Melo e Kubot no Finals terminou com o vice-campeonato diante de Kontinen e Peers, em uma partida de altíssimo nível por parte das duas duplas.

Em simples, Grigor Dimitrov superou David Goffin em três sets e escreveu seu nome na história, sendo o primeiro tenista em mais de 40 anos a vencer o torneio de forma invicta em sua estreia na competição, feito anteriormente alcançado por John McEnroe.

Encerrando a temporada, a França venceu a Bélgica pela final da Copa Davis em um duelo nervoso no quinto jogo do embate. Foi a primeira conquista dos franceses desde 2001.

 

banner
banner