X

Roxane vence mais uma e está nas quartas do Banana. Romboli também avança

Quinta, 15 de março 2007 às 14:21:08 AMT

Link Curto:

Roxane Vaisemberg - Banana Bowl III
A paulista Roxane Vaisemberg (Wilson), 412a. do ranking profissional e 28a. do ranking ITF juvenil, teve muito trabalho no início, mas depois teve tranquilidade e se classificou para a fase quartas de final da categoria 18 anos da 37a. edição do Banana Bowl evento com Gradução 1 da Federação Internacional de Tênis.

Foto: Cristiano Andujar

Nesta quinta, a jovem de 17 anos passou pela americana Stephanie Vidov, 460a. do ranking juvenil, por 7/5 6/1. Roxane esteve atrás o tempo inteiro no primeiro set sem quebras e conseguiu a vitória no final. Na segunda etapa ela se aproveitou de vacilos da rival e deslanchou para o triunfo: "Foi um jogo bem duro no primeiro set. Ela esteve na frente o tempo todo. Daí no segundo set ela baixou um pouco o nível, eu melhorei", disse Roxane que vem mostrando regularidade nas partidas em Sâo José dos Campos: "Estou me mantendo, hoje estive melhor que ontem, um pouco mais solta".

A canhota repete sua participação no ano passado quando fez quartas, mas foi eliminada e agora quer vaga na penúltima fase onde enfrenta a romena Ioana Ivan, cabeça-de-chave número 5 e 67a. rankeada. Será o primeiro jogo entre as duas, mas a jovem treinada por Otavio Della observou o estilo de jogo da próxima rival: "Ela joga mais na defensiva não vai pra cima como as outras tenistas que eu joguei aqui. Mas ela erra muito pouco e é bem rápida," finalizou.

Fernando Romboli -Após um jogo extremamente disputado, o santista Fernando Romboli conseguiu passar às quartas-de-final do Banana Bowl, realizado em São José dos Campos (SP). Nesta quinta-feira, 15, o tenista da equipe EGA/Localfrio enfrentou o gaúcho Marcelo Demoliner e precisou ter muita garra e sangue frio para sair com a vitória, por 6/4, 6/7(5) e 6/0.

No primeiro set, Romboli – patrocinado por Localfrio, com apoio de Kirschbaum, Wilson, Adidas e SESC – chegou a estar perdendo por 4/1, mas, com garra, virou para 6/4. No segundo, o quinto melhor juvenil no ranking da ITF abriu 5/2. Demoliner, no entanto, não se entregou, salvou um match point e levou a decisão para o tiebreak. No desempate, o gaúcho levou a melhor, por 7/5. Contudo, a reação parou por aí. Focado e confiante, Romboli aplicou um "pneu" na parcial decisiva.

Assim, o tenista da EGA Tennis Academy segue bem no torneio, no qual defende o vice-campeonato. Ele aguarda a definição de duas partidas para saber quem será o seu adversário nas quartas-de-final nesta sexta-feira, 16.
banner
banner