X

Roxane e Rafful estão nas oitavas do Banana Bowl

Quarta, 14 de março 2007 às 16:12:00 AMT

Link Curto:

Roxane Vaisemberg - Banana Bowl II
As brasileiras Roxane Vaisemberg, segunda maior favorita ao título do 37o Sabesp Banana Bowl e Lara Rafful, avançaram nesta quarta-feira às oitavas-de-final do torneio mais tradicional da América do Sul.

Vaisemberg, apesar de não ter gostado da própria atuação na partida contra a russa Pipiya Nanuli, não encontrou muitas dificuldades para fazer 6/3 e 6/2 e garantir sua vaga entre as 16 finalistas. A próxima adversária da brasileira será a russa naturalizada norte-americana Stephanie Vidov, que hoje eliminou Bojana Jovanovsk por 6/2, 5/7 e 6/2.

“Estava muito travada hoje, o jogo todo. Ela tem um estilo que ñao dá ritmo para a gente e fica mais difícil de jogar. Amanhã vai ser outro jogo difícil, as russas jogam todas de um jeito muito parecido, batendo forte na bola, elas gostam de dar pancada”, explicou Roxane.

Considerada um dos talentos da nova geração, a tenista atual 412a. colocada na lista mundial profissional já é admirada pelas colegas brasileiras mais jovens e respeitada pelas estrangeiras. “ Eu fico orgulhosa e feliz em saber que meu trabalho é respeitado. A gente trabalha duro para isso. Eu ainda sou juvenil, mas vejo que minha transição para o profissional, a fase mais difícil da carreira está andando bem, de forma tranqüila, mas rápida e isso é bom”, explicou.

Sua próxima adversária tem 14 anos e treina nos Estados Unidos, mas já ocupa a 460a. posição na lista de 18 anos da ITF- um exemplo de como as européias estão começando cada vez mais cedo e a confirmação de que a transição precisa ser rápida e bem feita.

“O legal desse esporte é que foi feito para os melhores. Quanto mais você joga bem, mais você ganha e mais sobre no ranking. Não tem mágica”.

A outra brasileira na chave e também paulista, Lara Rafful, não está entre as favoritas do 37º Sabesp Banana Bowl 18 anos, mas arrasou no duelo desta quarta-feira contra a argentina Carla Lucero e conquistou vaga depois de marcar 6/4 e 6/3.

"O jogo foi muito bom. No segundo set estava 3/2 para a Lucero e virei 6/3. No ano passado eu parei na primeira rodada, mas agora quero ir mais adiante. A minha próxima adversária tem uma boa direita, mas eu vou entrar confiante", disse Rafful, que precisa eliminar a mexicana Pamela Montez para alcançar as quartas-de-final.

Nos outros jogos da chave feminina, Gabriela Barbosa caiu diante da argentina Malena Gordo com duplo 6/2; Aline Berkenbrock perdeu para Tatiana Bua (ARG) também por duplo 6/2 e Raphaela Borges foi superada pela francesa Victoria Larriere com 6/4 e 6/2.

Neste momento, seguem em andamento os jogos da chave masculina.

O 37o Sabesp Banana Bowl termina no próximo domingo, no Clube de Campo Santa Rita, com entrada gratuita.

Para acompanhar chaves, programação e resultados, visite o site www.tenisvirtual.com.br/banana

O 37o. Sabesp Banana Bowl é um evento da Federação Internacional de Tênis,com realização da Confederação Brasileira de Tênis e patrocínio da Sabesp.Os apoios são de Fila, Oscar Calçados, A Esportiva, Porto Seguro, SCA Cozinhas e Valeparaibano. Dunlop é a bola oficial. A supervisão é da Cosat-Confederação Sul-americana de Tênis.

Fonte: Imprensa CBT
banner
banner