X

Aos 36 anos, Schiavone conquista 8º título da carreira ao vencer Bogotá

Sábado, 15 de abril 2017 às 19:22:03 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Aos 36 anos, a veterana Francesca Schiavone, 168ª do ranking da WTA, superou a espanhola Lara Arruabarrena, 65ª, de 25 anos, na grande final do WTA de Bogotá, na Colômbia, e conquistou seu oitavo título profissional, após um inicio de ano ruim. 



Schiavone chegou a Bogotá com um convite para a chave principal e sem ter vencido nenhum jogo em nível WTA no ano. Na estreia do torneio venceu a sexta favorita, a romena Patrica Tig sem sets diretos, na sequência passou pela eslovaca Dalila Jakupovic por 2x0, nas quartas venceu a principal favorita, a holandesa Kiki Bertens, também em sets diretos e na semi passou pelo sueca Johanna Larsson.

E foi assim, sem perder sets, que a experiente italiana encarou 1h39 de partida contra Arrubarrena, que se lesionou e acabou derrotada por 6/4 7/5.

Durante a cerimônia de abertura, Schiavone, que estava há um ano sem jogar finais desde que venceu o Rio Open, dedicou palavras de carinho e incentivo a adversária: "Faz dois anos que começou a trabalhar muito duro. [O tênis] é um compromisso muito grande de coração, de amor, de arte, de sacrifício... parece fácil. Mas não é. É algo de crescimento diário. É dizer sim, quando se é não. É muito duro", disse desejando sorte a espanhola.

Com um bom espanhol, apesar do pedido de desculpas ao público, Schiavone agradeceu diretamente ao diretor do torneio que lhe concedeu o convite, aos patrocinadores como de praxe e ao público: "Agradeço a vocês, que estiveram aqui desde o primeiro dia. Uma coisa é incrível, nasce do coração. Quando você joga e o público te respeita, te quer ver jogar... é a melhor coisa se você me perguntar. Eu dei tudo o que tinha essa semana. Obrigada! A vida é fantástica, mesmo depois do tênis", disse ela que se retirará ao fim da temporada.


banner
banner