X

Bellucci passa sufoco e precisa vencer batalha de 5 sets no 1º jogo da Davis

Sexta, 07 de abril 2017 às 16:25:50 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Thomaz Bellucci, número 1 do país e 67º do mundo, abriu 2 sets a 0, quebra no terceiro, mas precisou batalhar no quinto set virando com quebra abaixo para dar o primeiro ponto do país no duelo contra o Equador na altitude de 2,5 mil metros de Ambato, no Equador.



Em duelo valendo pela final do Zonal Americano da Copa Davis, Bellucci marcou 3 sets a 2 com parciais de 6/2 6/4 6/7 (7/1) 4/6 6/4 após mais de 3h30min de duração no piso de saibro.

O Brasil, que bateu o Equador ano passado em Belo Horizonte na mesma fase e caiu diante da Bélgica nos playoffs para o Grupo Mundial, busca fechar o dia com 2 a 0 com Thiago Monteiro, 82º, enfrentando o embalado Roberto Quiroz, 232º, que vem de vice-campeonato no challenger de Leon, no México. Monteiro fará sua segunda aparição em Davis na carreira.

O jogo

Bellucci começou senhor da partida com duas quebras e um primeiro set bem rápido diante de um rival errático e aparentemente sentindo a velocidade que a altitude impõe ao jogo. Em uma hora e quatro minutos com uma quebra no segundo o brasileiro já fazia 6/4 e caminhava para fácil triunfo.

Gomez deu dupla-falta, permitiu que Thomaz abrisse o terceiro set com quebra, conseguiu a virada, mas Thomaz abriu 4/3 e saque. Jogo na mão ? Que nada. Gomez lutou, chamou a torcida, viu o brasileiro errar, virou para 5/4 e quando o jogo empatava em 5/5 a chuva apareceu e paralisou por 45 minutos.

No retorno, um rápido reaquecimento e no tie-break o local dominou com a direita para fechar por 7/6 (7/1). Emilio, focado, abriu uma quebra no começo do quarto e foi confirmando com um paulista inoperante nas devoluções, marcando 6/4.

Na quinta parcial Emilio abriu 3/2 com quebra, mas viu Thomaz virar rapidamente para 4/3. O jogo ficou dramático com games longos, Thomaz salvou um 15/30, confirmou no sufoco e fechou com erro de Gomez na segunda chance após boa cruzada de backhand. Ele vibrou muito, soltou palavrões. Alívio pela vitória e por evitar uma derrota em partida aparentemente fácil. 

 

Confira o vídeo com a fúria e alívio de Thomaz após a vitória:

 

 

 

banner
banner