X
banner

Tipsarevic: 'Nadal é uma fonte de inspiração'

Terça, 04 de abril 2017 às 11:51:42 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O sérvio ex-top 10 e atual 98º, Janko Tipsarevic segue há três anos lutando para voltar à boa forma e disputar o circuito ATP novamente. O sérvio, que teve uma lesão séria na planta do pé, segue inspirado por Rafael nadal.



Em entrevista ao jornal de seu país Sportklub, Tipsarevic não se furtou a opinar sobre nada, se disse orgulhoso de ter 50% de aproveitamento em partidas contra jogadores dentro do top 10, mas destacou que quando era um membro do top 10, pouco venceu seus companheiros de ranking. "Isso mostra o quanto a consistência e regularidade são muito mais importantes que flashes de talento".

O sérvio usa o espanhol Pablo Carreño Busta, finalista do Rio Open e semifinalista do Brasil Open este ano, como exemplo. O jovem espanhol está no top 20, mesmo sem fazer frente aos dez melhores. "O importante é ganhar sempre dos que tenham ranking pior que o eu, para ganhar confiança e puntos que te permitirão que possas acreditar em bater um [Kei] Nishikori, [Dominic] Thiem, [Marin] Cilic, etc", destacou.

Tipsarevic ainda comentou que 99% dos jovens jogadores têm medo de si próprios e em suas palavras "são covardes, não marcam objetivos claros pelo temor de não poder os cumprir" e confessa que com ele também acontecia isso. "Eu gosto como trabalham David Ferrer e Cilic, sempre se esforçando diariamente mesmo que corram riscos de não parecerem 'legais' para o resto. [Fabio] Fognini e [Nick] Kyrgios sei que transmitem a sensação de frescura", apontou Tipsarevic fazendo questão de criticar a banalização do trabalho e o carácter superficial de jogadores e torcedores.

O sérvio foi questionado a respeito dos grandes tenistas do circuito e falou do espanhol Rafael Nadal: "Ele me ajudou muito durante minha carreira, foi inspiração. Me lembro perfeitamente de vê-lo nas semifinais do Australian Open 2008, sofrendo na mão de [Jo] Tsonga e com 4/1 contra no terceiro set, ganhou um ponto e gritou: "Vamos!" olhando para seu box e acreditando que poderia vencer. Nenhum derrota mudou essa atitude e dedicação dele".

Tipsarevic recordou no decorrer da entrevista um encontro contra Roger Federer, das sensações em quadra e revelou que está buscando confiança, pois tem como objetivo jogar profissionalmente por mais três ou quatro anos.

banner
banner