X

Nalbandian salva 3 match-points e se classifica em Melbourne

Sábado, 20 de janeiro 2007 às 02:20:00 AMT

Link Curto:

Nalbandian - Melbourne 07 II
O argentino David Nalbandian, número 8 do mundo, vem se tornando especialista em se salvar de situações adversas e claro dar sustos em sua torcida. Após salvar cinco match-points na estréia contra o sérvio Janko Tipsarevic quando o próprio dizia estar pensando em sua volta para casa, ele salvou mais três pontos do jogo diante do francês Sebastien Grosjean, 28o., na terceira rodada, na madrugada deste sábado. Nalbandian marcou 5/7 3/6 7/6 (7/4) 6/4 6/1 em 3h56min.

O primeiro set foi mais eficiente o francês que aproveitou melhor as chances e se deu melhor. Nalbandian teve ao todo sete oportunidades de quebra e aproveitou só uma contra 2 de 3 do oponente. Grosjean abriu 5/3, sofreu o empate, mas tomou frente e fechou 7/5 em 58 minutos.

Na segunda parcial, o argentino aproveitou uma única chance que teve, masn ovamente o francês foi melhor e quebrou duas vezes para vencer com mais facilidade em 6/3.

O terceiro set poderia ser o decisivo. Grosjean teve oportunidade para vencer, desperdiçou três match-points, viu o tenista de Córdoba levar o jogo ao tie-break e venceu com um erro de Grosjean: 7/6 (7/4).

Em seguida, David começou com tudo e logo quebrou um abalado adversário para fazer 3/0. Sebastien não se deixou por vencido, igualou em 4/4 e teve duas chances de quebrar o saque para sacar para o jogo. Mas a raça argentina apareceu, Nalbandian igualou, quebrou e fechou o set em 6/4.

O campeão da Masters Cup em 2005 começou com tudo na última parcial. Conquistou uma quebra com um winner de devolução no quarto game para abrir 3/1. Em seguida, o francêsperdeu a cabeça e o saque novamente, desta vez com uma dupla-falta. Nalbandian selou a vitória com um ace: 6/1.

Dono de apenas cinco títulos na carreira e de 7 milhões de dólares em prêmios, o argentino corre atrás do sonho de sua primeira conquista de um Grand Slam. Primeiro ele pensa em defender as semifinais do ano passado quando caiu diante do surpreendente cipriota Marcos Baghdatis, já eliminado nesta temporada. Seu adversário nas oitavas de final sai do vencedor do duelo alemão entre Tommy Haas e Florian Mayer. Contra Haas, retrospecto ruim de dois jogos e duas derrotas. Diante de Mayer, justamente o contrário. Venceu os dois únicos encontros.
banner
banner