X

Joana Cortez perde nas quartas em Argel

Quinta, 18 de janeiro 2007 às 13:49:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
A tenista brasileira JOANA CORTEZ (SPFC/CETECAMP/ Adidas/Sapólio Radium) medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 1999 e 2003, perdeu ontem para a holandesa Michele Gerards por 6/2 e 6/0 nas quartas-de-final do "II ARGEL OPEN", torneio da ITF disputado no 'OFFICE DU COMPLEXE OLYMPIQUE MOHAMED BOUDIAF TENNIS CLUB' na cidade de Argel, capital da Argélia.

Logo mais, Joana Cortez viaja de Argel para a cidade de Grenoble, França, onde a partir da próxima segunda-feira disputará a chave principal do satélite da ITF, "Grand Prix Feminin de L' Isere".

Joana Cortez integra o projeto CETECAMP, apoiado pela Prefeitura Municipal de Campinas através do FIEC (Fundo de Investimentos Esportivo de Campinas). Os treinos são realizados na Sede de Campo do Tênis Clube de Campinas.

A tenista de São Carlos (SP), Vivian Segnini , 638ª no ranking da WTA, vai começar sua temporada de 2007 disputando alguns torneios juvenis no Brasil, antes de voltar ao circuito profissional. A garota, treinada pelo técnico Élson Longo, pretende ganhar ritmo e colocar em prática o que foi desenvolvido durante os treinamentos nos últimos dois meses.

O primeiro compromisso da jovem, que completou 18 anos em 3 de janeiro, será na 14ª Copa São Paulo Di Santinni, torneio do circuito infanto-juvenil brasileiro. O evento começa na próxima segunda-feira, 22. A tenista de São Carlos, SP, – patrocinada por Opto, Faber-Castell e Babolat – recebeu um convite da organização, já que não tem ranking juvenil, pois vem se dedicando à disputa de torneios profissionais.

"Quero conseguir colocar em prática o que venho treinando na pré-temporada. Estou me sentindo bem preparada e jogando em ótimo nível", afirmou a jovem. Nos últimos meses, Vivian tem se dedicado a desenvolver vários aspectos do seu jogo. "Venho melhorando na movimentação, saque, a parte tática e, claro, a mental. Quero ter uma cabeça mais forte para as partidas", disse a garota.

Depois de disputar a Copa São Paulo, Vivian joga a primeira etapa do Circuito Credicard MasterCard, em Santos (SP ), para a qual também recebeu um convite. Em março, ela volta aos torneios profissionais e viaja para o México, onde disputará dois Futures e dois Challengers.

"Venho treinando oito horas por dia. Estou me preparando para ficar perto do número 500 do ranking. Para isso, tenho que ir bem em Futures e disputar alguns Challengers. E tenho certeza que posso fazer isso", disse a tenista sobre tem metas para 2007.

Avaliação – A jovem também fez uma avaliação de seu desempenho em 2006. "Para mim, o ano passado foi muito bom. Minha meta era melhorar meus resultados em relação a 2005, quando jogava qualifyings de Futures. Em 2006, cheguei às quartas-de-final em três torneios, semifinal em outro e alcancei a minha primeira final em Tucuman (Argentina ). Todos eram eventos difíceis, mas consegui me superar e subir 200 posições no ranking".

Duas quartas-de-final conquistadas pela jovem vieram em torneios na Romênia e Bulgária. Vivian disse que esta experiência de jogar torneios no Leste Europeu lhe ajudou bastante. "Viajar sozinha é difícil porque você tem que se virar, ter muita disciplina e ser bem forte mentalmente. Eram torneios difíceis que me trouxeram muito amadurecimento tanto dentro, como fora da quadra", afirmou.

banner
banner