X

Calor suspende jogos em Melbourne e tenistas reclamam

Terça, 16 de janeiro 2007 às 13:10:12 AMT

Link Curto:

Sharapova - Calor
O calor de quase 40 graus celcius paralizou boa parte da rodada no Australian Open nesta terça-feira em Melbourne. Na quadra central, a Rod Laver Arena, e a Vodafone, os jogos permaneceram com o teto retrátil sendo fechado e o ambiente climatizado. Na Austrália, quando o calor ultrapassa uma determinada temperatura, as partidas em disputa terminam e as seguintes são suspensas até à noite quando o tempo refrescou. Os tenistas é claro, reclamaram.

Foto: Reuters

Um dos que reclamaram foi o argentino David Nalbandian que teve um duelo de 3h20min debaixo do sol escaldante: "As condições foram terríveis. Não entendo porque se toam essa medida e porque temos que seguir jogando. Por que não pararam todos ? Outros jogadores vão jogar com menos calor ou em quadra coberta, e isso é muita vantagem", reclamou o argentino.

O espanhol Rafael Nadal foi o primeiro a jogar na Rod Laver Arena sob teto fechado, mas queria disputar seu duelo ao ar livre: "Se temos um dia de descanço isso (calor) não afeta. Pelo que vi, creio que o Nalbandian se favoreceu do calor", disse o número 2 do mundo se referindo a vitória do argentino sobre o sérvio Janko Tipsarevic justamente em cima do esgotamento físico de seu adversário.

Outro espanhol, Carlos Moya, que perdeu patra o americano James Blake ficou do lado de David e disse que "é injusto" e advertiu para os perigos ao corpo: "A verdade é que hoje esteve muito quente".

No lado feminino, a principal favorita ao título, Maria Sharapova, foi a que mais sentiu. Ela fez a primeira partida da quadra central na qual o teto ainda não tinha sido fechada. Seu jogo demorou mais de três horas: "Tive que ir ao médico depois do jogo. Foi muito duro. Deveriam ter fechado o teto. É humanamente impossível jogar três horas com esse calor. Não acredito que nosso corpo esteja preparado para isso".
banner
banner