X
banner

Julinho, Sá, Rogerinho e Ghem disputam o quali na Austrália

Quarta, 20 de dezembro 2006 às 12:49:47 AMT

Link Curto:

Julio Silva III

Por Fabrizio Gallas

Quatro brasileiros vão tentar a sorte do outro lado do mundo. Júlio Silva, André Sá, Rogério Dutra Silva e André Ghem vão representar o país na chave do torneio classificatório do Aberto da Austrália que terá o sorteio das chaves no dia 10 de janeiro. O país volta a ter jogadores no quali depois de passar 2006 em branco.

Júlio Silva, número 228 do ranking, fará sua segunda aparição no quali em Melbourne. Ele participou do torneio há três anos atrás e espera repetir o feito de Roland Garros nesta temporada quando venceu os três jogos necessários para entrar na chave principal: "Espero me preparar legal, vou chegar cedo para me adaptar ao fuso horário para ir bem", declarou o tenista ao Tênis News que segue em sua preparação na Academia de Larri Passos em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Caso não fure o quali o tenista de Jundiaí retorna a América do Sul onde disputa os challengers de La Serena e Santiago, ambos no Chile.

Treinando com Julinho está Rogério Dutra Silva, que fará sua primeira aparição em qualificatórios de Grand Slams. Rogerinho saiu de uma posição entre os 600 primeiros em janeiro de 2006 e hoje já ocupa o 263º lugar. Os dois disputam o Aberto de São Paulo e no domingo dia 7 já embarcam para o torneio.

No mesmo dia, o mineiro André Sá também viajará a Melbourne. Eliminado na primeira rodada da chave principal em 2003 e na primeira do quali em 2004 e 2005 ele volta a disputar o torneio em 2007. Mesmo não furando o quali, Sá está praticamente garantido na chave de duplas já que está em 69º lugar e o ranking combinado (soma das posições da dupla) está fechando em 170 ou 190 como afirma seu técnico Marcos Vin[icius Barbosa, o Bocão: "Sá ainda não definiu um parceiro, ele tenta o quali de simples e com certeza joga de duplas. Ele iria jogar com o Bobby Reynolds, mas o americano mudou de parceiro", disse o treinador do tenista quadrifinalista de Wimbledon em 2002.

Completa a lista de brazucas o gaúcho André Ghem, 181º, que debutará em qualis de Grand Slam. Nenhum brasileiro está garantido na chave principal. Thiago Alves, 106º, tem muitas chances pois precisa de apenas cinco desistências. Flávio Saretta precisaria de 18 baixas e sua situação fica mais difícil.
banner
banner