X

Feijão é eliminado por parceiro de treinos no ATP de Bastad

Segunda, 20 de julho 2015 às 12:56:28 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

No dia do amigo, celebração mundial, o número dois do Brasil e 88º do mundo, João Olavo Souza, o Feijão (Taesa/Alabarce/Asics/Wilson), foi derrotado pelo companheiro de treinos Christian Lindell, na estreia do ATP de Bastad, na Suécia.



Em um jogo disputado, Lindell, que é carioca, mas tem, também, nacionalidade sueca e joga pelo país, contou com o apoio da torcida local para superar Feijão em 1h55 de partida com o placar de 6/2 3/6 6/4, tendo convertido o mesmo número de aces do adversário, sete, e vencido 74% dos pontos com primeiro serviço contra 83% do brasileiro.

Feijão e Lindell treinam juntos na Acioly Tennis Team, academia que pertence a Ricardo Acioly, o Pardal, ex-capitão brasileiro da Copa Davis, ex-treinador de Fernando Meligeni, que atualmente chefia a equipe de Feijão.

Conhecendo muito bem o estilo de jogo um do outro, Lindell entrou em quadra tentando neutralizar o forte saque de Feijão, que  precisou arriscar mais e buscar alongar a disputa de bolas. Com a tática, Feijão passou a errar mais, teve o saque quebrado no terceiro game do primeiro set, tentou devolver a quebra no sexto game, ficou nervoso, foi quebrado novamente no sétimo game e saiu em desvantagem na partida.

Na segunda etapa, Feijão entrou afim de movimentar a bola, buscou ir à rede. Com esta tática, o brasileiro conquistou a quebra de saque no oitavo game e sacou para forçar o terceiro set.

Na parcial final, Lindell começou firme na devolução, forçando o erro de Feijão e quebrando o saque do brasileiro no segundo game. O sueco abriu 3/0 no placar, administrou e sacando para a partida com 5/3 teve o serviço quebrado após sequência de erros e uma dupla-falta, mas reagiu e apoiado pela torcida quebrou o saque de Feijão fechando o placar.

Lindell, que vive o melhor momento de sua carreira em termos de ranking, já igualou sua melhor campanha em torneios nível ATP, que foi chegar à segunda rodada em Bastad, na edição 2013 do torneio, onde foi derrotado pelo uruguaio Pablo Cuevas. 

Este ano, Lindell aguarda por definição de rival que pode ser um compatriota, o jovem Elias Ymer ou outro compatriota, mas do lado brasileiro, Thomaz Bellucci, que se enfrentam nesta terça-feira.

banner
banner