X

Teliana destaca tensão em vitória suada em Bucareste

Quarta, 15 de julho 2015 às 13:02:05 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Teliana Pereira está nas oitavas-de-final do WTA International de Bucareste, na Romênia. A brasileira passou por situações distintas no jogo, com paralização por chuva, interrupção por falta de luz natural, salvar match point, para enfim, depois de um dia - 3h24min de jogo, ganhar da eslovaca Kristina Kucova (133a), por 6/3 6/7(4) 7/6(6).



Nesta quinta, ela volta a jogar contra a cabeça-de-chave 3 do WTA, a romena Monica Niculescu.

"Foi muita tensão. Nunca tinha acontecido algo assim comigo," revelou Teliana, 83a. na WTA, se referindo ao jogo ter parado por chuva, voltado por alguns games e depois ter sido interrompido por "escuridão", no 5/5 do 3o. set, para só voltar no dia seguinte. "Foi uma situação muito difícil, principalmente mentalmente. Não consegui relaxar bem à noite. Fiquei pensando o tempo todo no jogo. Mas, estou muito feliz de ter conseguido reverter a situação e saído com a vitória."

Além das adversidades externas, a brasileira teve que salver match point no tie-break do 2o. set para se manter viva no torneio. "Ontem tive o jogo na mão, ganhando de 6/3 e 4-1 no tie-break. Hoje ela que esteve muito perto de ganhar. Mas o tênis é assim e lutei muito, muito."

Para avançar às quartas-de-final, Teliana precisará vencer a tenista romena Monica Niculescu, 41a. na WTA. "Uma vitória como a que tive dá confiança, mas agora é outro jogo, uma situação diferente. A Niculescu tem um jogo muito inteligente. Vou ter que jogar melhor e ser consistente o tempo todo."

O WTA de Bucareste é o segundo de uma série de 4 torneios no saibro que Teliana está jogando. Ela foi semifinalista, na semana passada, do ITF de Contrexeville e depois jogas os WTAs de Bad Gastein e Florianópolis.

SOBRE TELIANA PEREIRA - Natural do município de Águas Belas, no sertão pernambucano, Teliana, nascida em 20/07/1988, migrou para o Paraná ainda criança. Iniciou a carreira profissional em 2005, depois de ótimas atuações como juvenil, e em 2007 deu um pulo na carreira, conquistando a medalha de Bronze no Pan do Rio, ao lado de Joana Cortez, nas duplas.
Em 2013, se tornou a primeira brasileira a alcançar a semifinal de um WTA - em Bogotá - desde 1989. Ainda naquele ano, se tornou a primeira tenista do Brasil a chegar no top 100 da WTA, desde 1990.
Dentro do top 100, em 2014, Teliana conseguiu disputar, pela primeira vez na carreira, todos os Grand Slams na chave principal, chegou a ganhar uma rodada em Roland Garros.
Agora em 2015 quebrou um jejum de 27 anos do Brasil ao conquistar o primeiro título da carreira no WTA de Bogotá. Semanas depois atingiu a sua melhor posição no ranking até hoje, a 74a. Atualmente ela é a 83a.

banner
banner