X
banner

Jimmy Connors treinará Roddick durante toda a temporada de 2007

Quinta, 07 de dezembro 2006 às 10:57:01 AMT

Link Curto:

Andy Roddick

Por Patricia Andrade

Jimmy Connors vai estar de volta em 2007 para treinar o norte americano de 24 anos, Andy Roddick, 6º colocado do ranking mundial, mas ele vai dobrar o tempo prometido que ele ficaria na turnê ao lado do jovem americano. Connors tem em mente em viajar com Roddick por 17 semanas na próxima temporada, e se considerarmos que o americano jogou 19 este ano, promete ser um treinamento bastante intensivo.

“É estranho", disse Roddick esta semana. “Eu acho que está subindo a cabeça dele. Este ano ele começou dizendo que ele só iria estar comigo por 8 semanas no ano. Agora me ligou dizendo que precisávamos ficar juntos logo para começarmos nossa pré-temporada. Ele é muito competitivo, então acho que vai ser um ótimo mês antes dos torneios começarem.”, complementou o americano de 24 anos.

Treinamentos muito intensivos e muita competitividade. Assim, Roddick e Connors já vão começar a pré-temporada semana que vem no sul da Flórida. É o mais cedo que o americano jamais iniciou sua preparação e promete fazer um ano de 2007 melhor do que jamais fez antes.

Roddick, que já mudou de técnico 5 vezes desde que se tornou profissional, achou sua última mudança a mais eficiente, a que trouxe resultados mais rapidamente. Apenas 1 semana após ter começado a treinar com Connors, o americano chegou à final de Indianápolis, onde perdeu para seu compatriota James Blake, venceu o Masters Series de Cincinnati e foi vice campeão do US Open ao perder para o suíço Roger Federer.

Jimmy Connors disse que a cheve para Andy Roddick em 2007 vai ser ataque, ataque e mais ataque, não só apenas contra Federer, mas contra todos que enfrentar. O americano, que fechou 2006 em 6º lugar depois de um mau primeiro semestre, jogou 108 pontos em seu serviço e foi a rede em 59, ora em saque e voleio ou trabalhando o ponto da linha de base e atacando nas bolas mais curtas.

“Pela primeira vez em 3 anos, o buraco entre eu e Roger Federer está vindo a minha direção, não na dele.”, disse o americano que tem a desvantagem de 1-12 em jogos contra o suiço, perdendo da última vez na Masters Cup de 2006 depois de desperdiçar três match points. “Eu fui melhor do que ele durante os 2 primeiros sets e acho que foi a primeira vez que estive tão perto de vencer” adicionou Andy.

Jimmy Connors promete que tirará todos os defeitos dos voleios e backhand de Andy e o deixará pronto para a próxima temporada com a confiança que o americano tinha ao vencer o US Open em 2003.
banner
banner