X

'É um feito louvável vencer um ATP,' comemora técnico Zwetsch

Sábado, 23 de maio 2015 às 14:17:24 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

João Zwetsch, capitão do Brasil da Copa Davis e que voltou a trabalhar com Thomaz Bellucci em janeiro desse ano, destacou a importância do título do pupilo neste sábado no ATP 250 de Genebra, na Suíça, sua quarta conquista na carreira.



"Fundamental essa evolução do Thomaz. A gente sabe que ganhar um torneio ATP é para muito poucos e o Thomaz acaba de ganhar o quarto dele agora, um feito louvável," disse Zwetsch que não conseguiu acompanhar os últimos jogos do brasileiro para resolver problemas no Rio de Janeiro.

"É muito importante essa evolução do Thomaz, a consolidação de algumas coisas dentro do padrão de jogo dele, a vontade e a garra que ele está tendo para competir como um grande jogador que é. Os grandes são grandes competidores por que não desistem nunca, estão sempre vendo uma forma de vencer o jogo, por mais dificil que esteja."

"O Thomaz está respondendo muito bem ao caminho que a gente está traçando, é um cara forte, tem muita mais força do que acha que tem, e está descobrindo isso cada vez mais. Agora é seguir em frente, com o pé no chão, sabendo que nosso esporte é muito dinâmico, temos que estar muito atentos, com uma rotina de trabalho consistente.

Zwetsch também deu créditos ao preparador físico do tenista, André Cunha, que seguiu o tenista nas últimas semanas e até a final na Suíça: "Parabéns ao André Cunha, preparador físico, ao excelente trabalho que vem fazendo junto ao Thomaz, e a toda a equipe."

Agora a meta é ir bem em Roland Garros onde o brasileiro estreia contra o australiano Marinko Matosevic: "Seguimos em frente. Esta semana tem Roland Garros, é um torneio muito importante para nós. O Thomaz gosta muito de jogar em Paris, joga bem aqui. Esse primeiro jogo em Roland Garros vai ser muito importante, porque é aquele jogo que a gente vai precisar superar uma questãozinha de desgaste, são cinco sets para jogar, está vindo de uma semana dura, mas ao mesmo tempo a confiança está alta e vamos lutar muito para passar a primeira rodada em Roland Garros e, aí sim, entrar definitivamente no torneio."

banner
banner