X

Bellucci bate português, é campeão em Genebra e levanta seu 4º ATP

Sábado, 23 de maio 2015 às 12:09:16 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Thomaz Bellucci, número 60 do ranking, voltou a sorrir neste sábado. Depois de dois anos e dez meses, o paulista voltou a levantar um título de torneio ATP, de primeira linha do circuito, ao conquistar o troféu no ATP 250 de Genebra, na Suíça.



Leia Mais:

Bellucci garante melhor ranking em dois anos e a volta ao top 40

Bellucci se isola como o 3º maior vencedor brasileiro em ATPs

Promoção Aberto da França - Ganhe um Kit do torneio!

Siga o Tênis News no Twitter!

O brasileiro precisou de 1h33min para superar o português João Sousa, 50º colocado, por 2 sets a 0 com parciais de 7/6 (7/4) 6/4.

A conquista é a quarta do brasileiro em seis finais na carreira e a terceira na Suíça. Ele foi bicampeão em Gstaad, em 2009 e 2012 e levantou seu único ATP fora do país em Santiago, no Chile, em 2010. A última vez que havia estado em uma final foi em Moscou, na Rússia, em outubro de 2012 e o outro vice foi na Costa do Sauípe (BA), no Brasil Open de 2009.

Pelo troféu, o brasileiro leva 250 pontos que vão lhe colocar no 40º lugar do ranking, seu melhor ranking em dois anos. Ele ganha um cheque de 80 mil euros (R$ 270 mil).

O jogo

Bellucci começou firme a partida abrindo uma quebra pressionando na devolução e explorando o backhand de Sousa. No sexto game o paulista cometeu alguns erros, permitiu o empate, mas voltou a ficar consciente e firme para romper e abrir 5/3. Tudo estava dominado com o saque e 5/4 quando uma dupla-falta e três erros infantis deram o break-point e posteriormente a quebra de volta ao europeu que fechou bem a rede. Bellucci então teve que ganhar um game difícil no 5/6 e iguais, esteve atrás com 3 a 0 e duas miniquebras no desempate, fez cinco pontos seguidos e fechou com bom serviço por 7/6 (7/4) em 54 minutos.

Na segunda etapa o brasileiro perdeu a intensidade nos golpes de fundo e permitiu a quebra de João no primeiro game. Sousa abriu 4/2 e teve 40/0 no saque para sustentar a ponta, mas cometeu erros, permitiu a volta do brasileiro que foi consistente, explorou o backhand do rival para devolver a desvantagem. Bellucci virou para 5/4, foi pra cima na devolução e contou com três erros do português para fechar por 6/4. O último pontgo foi duvidoso, mas Sousa deu a favor de Bellucci que de forma um pouco discreta coememorou.

banner
banner