X

Djokovic domina Murray e busca o 4º título em Indian Wells

Sábado, 21 de março 2015 às 17:00:11 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O líder do ranking mundial, Novak Djokovic, superou o escocês Andy Murray, terceiro do ranking, com muita facilidade em um jogo morno e abaixo das expectativas da torcida pela semifinal do Masters 1000 de Indian Wells. Djokovic buscará o tetracampeonato.



Atual campeão do torneio, Djokovic precisou de 1h28 para fechar o placar em 6/2 6/3 contra Murray, que converteu dois aces contra um do sérvio, que bateu 15 bolas vencedoras contra sete do escocês, que cometeu quatro duplas-faltas e 29 erros não-forçados contra 21 de  Nole.

 

Sob muita expectativa, os rivais de longa data iniciaram a partida em um game de estudo, onde Djokovic mostrou de cara que se aplicaria no saque, e que apostaria nas paralelas para para a boa movimentação de Murray. O pupilo de Amelie Mauresmo começou uma marcha atrás, tendo o backhand exigido cometeu erros e cedeu a quebra de. O sérvio abriu 3/0, após lutar por seis minutos para confirmar seu game. Murray seguiu tentando a reação, mas também com os erros não-forçados, mal taticamente voltou a ter o saque quebrado no sexto game e precisou correr atrás para devolver uma das quebras a Djokovic no sétimo game, quando sacava para definição do set. Na sequência. novos erros bobos do escocês, um com o forehand e três com o backhand, sendo quebrado pela terceira vez apenas nesta parcial.

 

Na segunda etapa, o iniciou foi parecido com a do primeiro. O pupilo de Boris Becker conquistou uma quebra no segundo game, abriu 3/0 e viu Murray melhorar de rendimento, mas seguir correndo atrás do placar. No quinto game, firme na devolução, o escocês chegou a abrir 15-40, mas errou e perdeu as duas chances de quebra que teve e viu Djokovic confirmar e ficar a dois games da vitória. O pupilo de Mauresmo tentou correr atrás nos games de saque do sérvio, mas errou muito e o viu administrar a vantagem e sacar para ir à final do torneio pelo quinta vez na carreira.

 

Esta foi a sexta vitória de Djokovic sobre Murray consecutivamente. Na grande final, o pupilo de Boris Becker enfrenta o vencedor da partida entre o suíço Roger Federer e o canadense Milos Raonic.

banner
banner